Como engajar funcionários na era digital?

O compromisso do RH na busca do crescimento de suas empresas

Sou da época em que ter pufes coloridos e mesas de ping-pong em escritórios brasileiros eram a última novidade. Não à toa, a empresa em que eu trabalhava era alvo de jornalistas, ávidos por boas fotos e exemplos de culturas organizacionais inspiradas no Google.

Certa vez, dando entrevista a um repórter e contando animadamente todas as ações que havíamos implementado, ele me interrompeu perguntando se eu já havia lido o livro O Círculo. Curiosa como sou, logo fui atrás do tal livro que, para a minha surpresa, em 2017 virou um filme com o título homônimo, estrelado por Ema Watson e Tom Hanks.

Segundo a crítica especializada (que não é o meu caso), o filme não entrega o que promete, portanto não recebeu boas avaliações. Feita essa ressalva técnica, acredito que todo profissional de RH ou interessados no tema engajamento na era digital deveriam ler e/ou assistir O Círculo. Entre outras reflexões mais abrangentes sobre os impactos da tecnologia em nossas vidas, o filme me fez pensar bastante sobre alguns aspectos mais específicos, tais como:

  1. Por que será que algumas empresas viraram verdadeiros “templos de adoração” para profissionais quem sonham em trabalhar e se divertir ao mesmo tempo?

 

  1. Em qual momento uma ação de engajamento vira uma cobrança adicional na vida do funcionário? Afinal, frases como “não acredito que você não vai participar do _______? (preencha aqui com a festa A, o clube X, o grupo de discussão Y, entre outras ações propostas pelas empresas), passam a ser cada vez mais frequentes!

 

  1. O quanto perseguir o sonho de “ser feliz no trabalho” não está nos deixando cada vez mais infelizes ao invés de engajados?

Não tenho todas as respostas, mas acredito que essa reflexão pode nos ajudar a ampliar a nossa consciência sobre o que está acontecendo no mundo corporativo. Como profissional de RH, sempre acreditei em culturas organizacionais que buscam envolver e engajar o colaborador em seus propósitos.

Mas como será que esse tema vai se comportar daqui alguns anos, em uma era totalmente digital, onde a comunicação com o colaborador será ainda mais rápida e intensa? Vendo/lendo O Círculo nos deparamos com algumas hipóteses assustadoras, que nossa fazem pensar.

Sem pretensão de esgotar o tema, convido você que deseja ampliar essa e outras discussões para o HR Conference, que acontecerá em São Paulo no dia 06 de março de 2018. Organizado pela HSM, o evento reunirá líderes que buscam catalisar o crescimento de suas empresas ressignificando o papel do RH na era digital.

Te vejo lá?

Gabrielle Teco, head of People na Gesto Saúde e Tecnologia