Dicas para conquistar a tão sonhada recolocação

Diante de um cenário de crise, em que faltam empregos e aumentam-se as demissões, conseguir uma recolocação no mercado parece uma tarefa muito difícil, mas mesmo em tempos difíceis é possível traçar algumas estratégias para garantir a recolocação no mercado.

O mesmo serve para os profissionais, que em meio à crise econômica, também tem passado por essas preocupações no que diz respeito à estabilidade profissional. Ainda que com uma experiência vasta e boa qualificação, qualquer um pode entrar na fila do desemprego.

Alcançar a tão sonhada recolocação, requer disciplina, atitude positiva e paciência!. Nesse momento, devem ser trabalhados pontos como planejamento profissional e reconhecimento de habilidades e capacidades.

Tendo em vista a grande competitividade do mercado, as pessoas que querem retornar ao mercado de trabalho precisam estar antenadas e preparadas para se destacar nos processos. Afinal, diante do cenário, quem não está preparado, possui menores chances de conquistar algum lugar em sua carreira profissional.

Tenha disciplina

Vale a máxima, buscar trabalho, dá trabalho!. É importante ter uma rotina, ser disciplinado. Organize o seu dia e estabeleça uma carga horária para se dedicar as buscas e dívida suas tarefas entre preparação e envio de currículos e cartas, contatos, entrevistas, eventos, entre outros. Desta forma, você se torna um profissional diferenciado, ativo e competitivo, aumentando consequentemente suas chances de recolocação.

 Foco na Carreira

Muitas pessoas ao buscarem recolocação, em algum momento comentem o erro de não direcionar sua carreira e acabam “atirando para todos os lados”, buscando trabalho e não oportunidades/desafios. O problema é que além de você passar a mensagem errada, suas chances diminuem muito porque cada vaga tem um perfil e exigência de determinadas qualificações e experiências, então, se não ficar claro para o recrutador os seus interesses, ele não vai seguir com você no processo.

Ao invés disso, procure entender melhor seus interesses, habilidades e valorize a experiência que você já tem, afinal, principalmente em tempos de crise, fica muito mais fácil você conseguir recolocação dentro da área que já possui conhecimentos. Também é de extrema importância que você reflita sobre sua trajetória profissional e experiências acumuladas ao longo dos anos. Cada caso é um caso, mas de maneira geral, é importante você saber falar se suas qualificações, destacar competências, desafios, projetos e resultados alcançados, isso vai ajuda você a adotar uma postura mais positiva e passar confiança ao recrutador.

Mantenha a autoestima

Infelizmente, muito profissional após o processo de demissão, entram na famosa “vitimização”. Não caiam nessa armadilha, isso só fará com que você leve ainda mais tempo para se recolocar. Bola pra frente, esse é momento certo para mudar de atitude, refletir e transformar suas ações. Sabemos que existem muitos motivos que envolvem a demissão, busque seu feedback e trabalhe em cima das competências que precisam ser melhoras e caso este não tenha sido o seu caso, não sofra, o mercado é dinâmico e isso faz parte, encarre como um ponta pé para novos desafios. Hoje muitas empresas buscam candidatos pelas redes sociais, então, cuidado com suas postagens.

 Crie um Super Currículo

É indiscutível a importância de ter um bom currículo! Ele é o marketing e, portanto, precisa estar bem elaborado, destacando suas competências e habilidades de forma clara, objetiva e assertiva. Invista em um bom e limpo design, descreva seus grandes feitos profissionais e experiência passadas. Se tiver interesse em mais de uma área, faça dois currículos e busque destacar as competências referentes aquela determinada área. Use palavras chaves, principalmente se tratando de cargo técnicos e especialistas, isso vai ajudar o recrutado a identificar melhor suas habilidades.

Enumere suas principais competências, habilidade e experiências e busque proximidade aos valores, princípios e missão das empresas que deseja trabalhar.

Divulgue para os seus contatos, cadastre em sites especializados, retome contato com antigos colegas de trabalho, divulgue nas mídias sociais, essa é a alma do negócio!.

Invista em você!

Mantenha-se atualizado, estude, faça leituras sobre a área, jornais, revistas e artigos. Vale investir em cursos online e gratuitos e participar de debates, palestras e eventos pois podem trazer novos contatos profissionais e ampliar sua visibilidade.

Faça Networking

O networking ainda é um dos principais facilitadores para a recolocação, por isso é fundamental você retomar contatos com os colegas e se mostrar aberto a novas oportunidades. Mas cuidado, o networking só tem valor se realizando com frequência, não adianta você procurar o colega somente para pedir apoio na recolocação. Você precisa cativar e ter tempo para falar melhor sobre suas habilidades, afinal, dificilmente alguém mais indicar você se não conhecer suas qualificações e estiver seguro de suas competências.

Sabemos hoje que 70% das posições são preenchidas através de networking e a maioria delas sequer são publicadas. Por isso, valorize seus contatos!

 Liste as empresas em que gostaria de trabalhar

Faça uma seleção de companhias que deseja trabalhar, estude e veja a posição das empresas no mercado. Veja se a empresa tem missão, visão, valores e propósito que você se identifica.

Enviei seu currículo para os profissionais de RH daquela empresa ou conectar-se com pessoas que possam te ajudar a chegar a estes profissionais. Seja ativo!

Prepare-se para entrevista

De nada vai valer todas as dicas mencionadas anteriormente, se quando te chamam para uma entrevista de trabalho você não alcança um bom desempenho.

Lembre-se das regras básicas para uma boa entrevista: vestimenta adequada, pontualidade, não mentir, responda as perguntas de forma clara e objetiva, de espaço para o recrutador fazer suas considerações, controle o nervosismo e transmita segurança e confiabilidade.

Estude sobre a empresa, seus números, missão, valores, propósitos, concorrentes, etc. Seja natural, receptivo e utilize suas qualidades próprias para convencer as pessoas.

Seja flexível

Em tempo de crise, o candidato precisa ser flexível na hora da negociação. Muitos profissionais têm dúvidas com relação a considerar uma remuneração abaixo da pretendida ou até mesmo alteração e retorno da nomenclatura. Sugiro que seja avaliado o porte da empresa, as possibilidades de crescimento, incluído promoções e aumentos. Em alguns casos, é valido você aceitar esta condição inicial e depois conquistar seu espaço através de seus resultados. O bom profissional não fica estagnado!

Tenho certeza que com estas dicas, o caminho da recolocação profissional vai ficar mais leve!

Aproveito para compartilhar abaixo a publicação dos meus serviços em apoio a profissionais em busca de novos desafios e/ou recolocação profissional:

Consultoria Curricular e Perfil Linkedin Campeão

https://www.linkedin.com/pulse/consultoria-curricular-fernanda-freire?trk=mp-reader-card 

 

Assessoria Profissional              https://www.linkedin.com/pulse/servi%C3%A7o-assessoria-profissional-fernanda-freire?trk=prof-post 

Entrevista Simulada                                      https://www.linkedin.com/pulse/entrevista-simulada-fernanda-freire?trk=mp-reader-card 

Assessoria Profissional Contínua    https://www.linkedin.com/pulse/assessoria-profissional-fernanda-freire?trk=mp-reader-card            

Caso ainda tenha dúvida ou interesse em contratar ou obter mais informações acerca dos serviços, deixe um comentário ou me mande um email,hrcareer@outlook.com.br

Fernanda Freire é consultora de carreira.