Empresas já usam plataforma de vídeo para a seleção e avaliação de candidatos

Quando as contratações envolvem diversos gestores, a ferramenta agrega a facilidade de todos  entrevistarem pessoalmente

Tempo é o primeiro investimento que empresas e candidatos fazem durante os processos de recrutamento e seleção. Realizar a descrição das vagas e perfis desejados, contratar recrutadores e avaliar centenas de currículos com informações similares, antes mesmo da primeira entrevista, pode tornar o processo dispendioso e cansativo. Com o objetivo de encurtar este caminho, a plataforma 30toShow inverteu a metodologia utilizada pelas ferramentas tradicionais e priorizou o uso de vídeos, agregando agilidade ao processo.

Como o próprio nome sugere, o primeiro contato do candidato é feito através de uma apresentação em vídeo, com duração de 30 segundos. O desafio do profissional é despertar o interesse e causar uma boa impressão ao recrutador. Dali em diante, pré-selecionando os profissionais por meio das apresentações, as empresas cadastradas têm a opção de adquirir o combo do candidato para acessar outros três vídeos de 3 minutos cada. Esses conteúdos extras antecipam temas comuns a grande parte das entrevistas, como histórico profissional, projetos e resultados relevantes e plano de carreira.

“Quando contratações envolvem diversos gestores, a ferramenta agrega a facilidade de todos poderem assistir aos vídeos disponíveis e entrevistarem pessoalmente somente aqueles que já demonstraram afinidade com o perfil buscado”, explica André Cavalcante, CEO da 30toShow e seu idealizador.

Diferente dos sites de emprego, a 30toShow não é uma plataforma de vagas. São as empresas que buscam os talentos aderentes à vaga desejada, dentre os profissionais cadastrados que se diferenciam, valorizando suas características e habilidades. “Evita-se, desta forma, receber uma infinidade de currículos que não atendem aos pré-requisitos da vaga, dá foco na carreira dos profissionais, além de obter um primeiro contato inédito”, completa.

A ideia da plataforma nasceu da necessidade pessoal de Cavalcante de se destacar nos processos seletivos que estava participando. “Estava insatisfeito com a empresa que estava trabalhando e comecei a pensar em procurar outro emprego. Percebi que as ferramentas atuais eram obsoletas, não me permitiam expor os meus diferenciais ou me destacar em um processo de triagem, além de não resolverem diretamente os problemas dos candidatos e dos recrutadores”, relembra.

Outra vantagem para o candidato é a realização de um cadastro único, completo e que traz a oportunidade de autoconhecimento e melhoria contínua das características do perfil. Para a empresa e seus clientes, os vídeos estabelecem um meio mais abrangente de avaliação, onde a criatividade, desenvoltura, capacidade de comunicação e segurança com relação às competências desejadas para a vaga são tão importantes (ou mais) do que o nome de uma universidade no currículo, por exemplo.

“Não é só o mercado de trabalho que está exigente, profissionais talentosos buscam por empresas que estejam atualizadas, com processos seletivos mais interativos e que valorizem não apenas o currículo ou as competências técnicas, mas, principalmente, o potencial de cada indivíduo”, destaca Valéria Celloto, coordenadora de RH da Leucotron, empresa mineira de telecom e uma das pioneiras no uso da plataforma 30toShow.