Reformas, mudanças e a sua transição

Movimente-se, conheça suas habilidades, tenha um norte na sua vida profissional

Todo mundo já ouviu falar que na crise há sempre oportunidades. Você pode estar no meio dessas mudanças dentro da sua própria organização. Seja, porque sua posição deixará de existir ou a empresa passa por uma restruturação ou porque você antevê mudanças. Assim sua pergunta, deve ser: no meio de tanta incerteza, onde está a oportunidade?

Ela está em suas mãos. É hora de rever suas habilidades e características, verificar qual seria seu próximo passo.  Esta rotina deveria ser uma constante, mas nós seres humanos atuamos sempre mais fortemente quando estamos sob pressão. A boa ou má noticia, dependendo do ponto de vista, é que nestes novos tempos, a pressão será frequente. Logo, você também deve se reavaliar constantemente.

Agora, você deve estar se perguntando: e que a reforma tem haver com tudo isto? Com a nova reforma e a possibilidade de maior negociação com o empregador, haverá a possibilidade de o colaborador fazer algum tipo acordo. Outra oportunidade é você não se imobilizar em função das rescisões trabalhistas.

Mas não para aí! Não é só o colaborador quem sai ganhando com esta reforma, a organização terá a certeza de que quem fica está aderente ao novo momento da organização, compartilha dos mesmos valores e antes de tudo está decidido a ficar.  O melhor profissional é o que está sempre pronto para sair, mas decide ficar.

As empresas com as melhores práticas de gestão propiciam aos seus colaboradores avaliações de suas habilidades, conversas sobre carreira com consultores especializados e mais, dão treinamentos para que aprimorem sua marca pessoal. Isto é maturidade, transparência organizacional que no final se traduz em melhores resultados e maior produtividade! Colaboradores comprometidos geram resultados consistentes. Então, neste jogo não há vencedores, mais sim um verdadeiro ganha-ganha. E você, quer entrar neste jogo?

Então, mãos à obra. Movimente-se, conheça suas habilidades, tenha um norte,verifique constantemente se está caminhando em direção a ele e faça as correções de rota devidas. Os empresários por sua vez devem se perguntar constantemente: estou propiciando que meus colaboradores se apropriem de suas carreiras e estejam alinhados com os meus valores? Se a resposta for não, cuidado, você deve estar perdendo dinheiro.

Irene Azevedoh é Diretora de Transição de Carreira e Gestão da Mudança para América Latina da Consultoria Global em Mobilidade de Talentos LHH

Imagem:Pixabay