Treinamento

3 dicas para estudar online sem perder a concentração

Como ser produtivo nos estudos neste momento em que estamos todos em casa

Muitos de nós, neste momento em que estamos em casa, se nunca tínhamos estudado online, passamos a estudar assim. Com mais tempo nas nossas mãos, estamos buscando mais por cursos na internet – seja para evoluir na carreira, se adaptar ao home office ou mesmo manter o equilíbrio neste período desafiador. Um estudo recente da Udemy, plataforma de apredizado e ensino online, mostra que o número de matrículas de alunos em cursos cresceu 95% no Brasil nos tempos de isolamento social. É muita gente aprendendo muita coisa nova.

Mas, uma vez que a matrícula está feita, como se manter concentrado e produtivo para fazer e terminar o curso online? Ainda mais quando estamos o tempo todo em casa, muitas vezes acompanhados da nossa família ou colegas de casa, precisando fazer as tarefas domésticas e trabalhar, tudo ao mesmo tempo. A seguir, dou algumas dicas baseadas no que ensino nos meus cursos de produtividade.

1- Crie uma agenda

Acordar e não ter nada planejado é indício de um dia pouco produtivo. Assim, você já começa o dia com dúvidas e não sabe o que é prioridade. Deve começar fazendo exercício físico ou curso online? Antes ou depois do café da manhã?

Seria ideal ter toda a semana que vem pela frente planejada. Mas, quem não está acostumado pode começar planejando apenas o dia seguinte. Comece criando uma agenda online numa ferramenta como Google Agenda ou Outlook. Para ficar ainda mais organizado, é possível separar as tarefas por cor. Por exemplo, roxo para estudo, verde para trabalho, laranja para lazer… E por aí vai. Não deixe nunca de abastecê-la com as atividades dos próximos dias.

Um bom conselho é deixar espaços vazios na agenda – pelo menos 20% do seu dia. É muito comum surgirem imprevistos durante o dia (no caso dos dias atuais, precisar fazer compras de farmácia num aplicativo, por exemplo) – e ainda mais que as atividades já programadas demorem mais do que o esperado (por exemplo, uma reunião por Zoom que se alonga demais). Dessa forma, você não fica com a sensação de que está sempre atrasado – nem deixa de fazer o que é importante para você, estudar.

Outra orientação é não fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo. Por exemplo, estudar com o e-mail de trabalho aberto. Toda vez que chega um e-mail novo e você checa, na volta, você precisa reler o texto, relembrar o contexto da aula etc. Quando você paraleliza tarefas, perde até 30% da sua produtividade.

2- Prepare um ambiente de estudos

A maior parte de nós não tem um escritório em casa, então precisamos adaptar um ambiente de estudos. Um cômodo em que você possa ficar sozinho e fechar a porta é a melhor opção. Se não é o seu caso, uma ideia é investir num fone antirruído. Leve com você objetos imprescindíveis (como notebook, caderno e canetas), mas também uma garrafinha de água e, quem sabe, até um lanchinho. Se você parar de estudar para ir à cozinha sempre que sentir sede, pode correr riscos terríveis, como encontrar um cachorro fofinho ou uma caixa de chocolates no caminho – e perder totalmente a concentração.

Também é preciso se atentar para o conforto do ambiente de estudos. Não tem problema nenhum estudar um pouco na cama, desde que seja só um pouco. Quando você não está com uma postura adequada, tende a se incomodar e a se cansar mais rápido. Isso vale para a iluminação do ambiente. Estudar muito tempo no escuro pode acabar dando sono.

3- Evite interrupções evitáveis

Você já sabe o que é que mais atrapalha a nossa concentração hoje em dia: o celular. Para não cair na tentação de checar o celular toda vez que ele vibrar enquanto você está estudando, uma ideia é colocá-lo com a tela virada para baixo sobre uma superfície fofinha (por exemplo, uma almofada). Assim, você não precisa colocá-lo no modo avião e ficar incomunicável. Outra opção é desconectar o celular da internet. Assim, se for um assunto de extrema importância e a pessoa ligar para você, o telefone tocará.

Neste momento em que estamos em casa, também é comum que sejamos interrompidos por quem mora com a gente. É possível combinar com a família ou com os colegas de casa que eles só atrapalharão os seus estudos se for algo urgente – ou que só falarão com você, por exemplo, a cada meia hora.

Muita concentração e bons estudos!

Por Gustavo Farias, instrutor de produtividade da Udemy

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar