Saúde

4 doenças gastrointestinais relacionadas com a saúde emocional

Problemas no intestino e estômago podem estar relacionados às questões emocionais

A saúde gastrointestinal pode ser prejudicada por diversos motivos, seja pela ingestão de alimentos contaminados ou por intolerâncias alimentares. Contudo, outro fator também pode ser responsável por problemas gastrointestinais: o emocional. O estresse excessivo é uma das causas de doenças gastrointestinais.

O cérebro e o sistema gastrointestinal estão fortemente ligados. Um intestino ou estômago desregulado pode enviar sinais para o cérebro, assim como, o cérebro pode enviar sinais para eles. Dessa forma, é comum que situações de estresse e ansiedade podem desencadear doenças gastrointestinais.

Segundo o médico Bruno Sander, cirurgião endoscópico e especialista em gastroenterologia e diretor do hospital dia Sander Medical Center, em Belo Horizonte, o nível de estresse emocional elevado pode ocasionar em uma maior vulnerabilidade à doenças e problemas de saúde, já que as defesas imunológicas diminuem”. Segundo o especialista, a imunidade intestinal é uma das principais afetadas, podendo gerar distúrbios no Sistema Trato Gastrointestinal.

Conheça algumas doenças causadas pelo estresse:

– Gastrite:

Em meio ao estresse, é comum que as pessoas percam o apetite e fiquem durante muitas horas sem comer, o que pode inflamar a mucosa interna do intestino e consequentemente, desenvolver a gastrite.

– Úlcera:

Diretamente ligada com a gastrite, o paciente que fica por um longo tempo sem se alimentar pode ocasionar uma úlcera. Isso ocorre porque quando a gastrite não é tratada adequadamente pode haver o desenvolvimento da úlcera.

– Refluxo Gastroesofágico:

O estresse acaba causando uma maior quantidade de secreção ácida no estômago, agravando situações de refluxo.

– Síndrome do intestino irritável:

Sander acrescenta que estudos mostram que a síndrome do intestino irritável está ligada ao estresse, depressão e ansiedade de maneira direta. “O emocional do paciente influencia na liberação de hormônios e nos movimentos do tubo digestivo, gerando desconforto e dores na região”, conta.

Prevenção

Por isso, é essencial que o paciente entenda que para evitar problemas no sistema digestivo ele precisa evitar hábitos ruins, como o sedentarismo, poucas horas de sono e má alimentação. “Esses hábitos interferem nos hormônios e na liberação de secreções próprias na parede intestinal, o que pode causar a famigerada gastrite”, explica. Por fim, o especialista afirma a necessidade de se manter uma rotina saudável e ter o devido acompanhamento médico, sempre realizando exames rotineiros.


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo