Comportamento

5 dicas para motivar a equipe neste começo de ano

Mudança de mindset dos gestores é fundamental

Dizem que o ano só começa depois do Carnaval. Mas e quando ele cai no fim de fevereiro, como em 2022? Como fazer para motivar a equipe ao longo de dois longos meses entre as Festas de Fim de Ano e a folia, especialmente nesse cenário de incertezas que ainda vivemos devido à pandemia?

O primeiro passo é a mudança de mindset dos gestores, segundo Marcella Moura, sócia da Acerta Consultoria: “As lideranças precisam olhar para essas práticas com perspectivas atuais, ao invés de repetirem formas de gestão que não fazem mais sentido para as novas gerações”.

Com isso em mente, para manter a equipe feliz e produtiva não somente até o Carnaval, mas ao longo de todo o ano, evitando assim o aumento da rotatividade, é preciso:

  1. Conhecer as pessoas da equipe

Motivação é personalizada. O que é bom para um é diferente para outro.

  1. Ouvir as necessidades das pessoas

O tempo de conversar e ouvir a equipe é o maior acolhimento que você pode oferecer. É o que gera motivação e admiração pelo gestor, além de aproximar a equipe.

  1. Ter um cronograma de feedback

Saber que existem momentos específicos tanto para falar o que desejam para o gestor como para receber feedback faz com que as pessoas se sintam respeitadas e mais à vontade para o diálogo.

  1. Gerar momentos de integração

Criar ambientes e momentos de integração gera conexão entre os membros da equipe e também entre o time e a liderança, além de fortalecer o sentimento de pertencimento e melhorar o clima de trabalho.

  1. Valorizar as conquistas

Valorizar as vitórias e reconhecer um bom trabalho podem ser mais importantes que o reconhecimento financeiro.

“Na dinâmica atual de trabalho, os funcionários precisam ser vistos como parceiros. Incentivar a apresentação de ideias, ao invés de inibi-las e solicitar que façam como sempre foi feito, e deixá-los ser quem são, ao invés de tentar moldá-los são atitudes importantes para a motivação e a produtividade da equipe”, afirma Luana Fernandez, também sócia da Acerta Consultoria.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo