CarreiraGestão

5 motivos pelos quais os profissionais se demitem

Aprenda e evite perder seus melhores talentos

Os motivos pelos quais um funcionário deseja se demitir podem ser comuns ou óbvios, como querer buscar outras oportunidades ou por se sentir desvalorizado. Mas antes de um profissionais se arriscar, os empregadores geralmente já receberam alguns sinais.

Cerca de 85% dos empregadores na América do Sul afirmam que podem dizer quando alguém de sua equipe está prestes a sair, de acordo com uma pesquisa recente da Robert Walters, consultoria global de recrutamento. Eles acreditam que podem prever quando um funcionário está pensando em desistir se ele ou ela está distraído, desinteressado, menos eficiente e frequentemente ausente.

Manter uma vigilância consciente sobre os sinais reveladores da saída de um funcionário é vital por três motivos:

  • Em primeiro lugar, ajuda você a resolver o problema em um estágio inicial e, com sorte, mudar a opinião do colaborador.
  • Em segundo lugar, dá a você a chance de controlar a negatividade desse funcionário, impedindo-o de afetar os outros colaboradores, o que pode derrubar a moral e reduzir a produtividade geral.
  • E, por fim, permite que você tenha mais tempo para implementar uma estratégia de recrutamento.

Então, por que os profissionais se demitem e o que você pode fazer para evitar de perder os melhores talentos?

  • Crescimento limitado dentro da empresa

Os profissionais têm um forte desejo de crescer em uma empresa, e a falta de oportunidades de crescimento é um dos dois principais motivos pelos quais os funcionários se demitem. Reconhecer o trabalho árduo e os funcionários por um trabalho bem executado, além de definir um plano de carreira claro, pode fazer com que os funcionários sintam que têm um futuro de longo prazo na organização.

  • Sentir-se mal remunerado

O salário é outro motivo importante. Os funcionários podem descobrir facilmente o que seus colegas em outras empresas estão ganhando, o que os torna perfeitamente cientes de seu valor de mercado. Oferecer salários competitivos e outros benefícios pode, portanto, motivá-los a ficar.

‘’Porém, nem todas as demissões são de natureza financeira e que descobrir outros fatores subjacentes pode ser necessário para reter um funcionário.’’ Comenta Richard Townsend, country manager Brasil da Robert Walters.

  • Não se sente desafiado

Bons funcionários não querem fazer um trabalho sem sentido; eles querem se envolver em seu trabalho e sentir que estão aprendendo continuamente. Criar novos desafios e definir novas metas ajuda os funcionários a se sentirem úteis e os mantém interessados.

  • Se sentir desvalorizado

Os colaboradores querem reconhecimento por seu trabalho. Quando uma empresa ignora as realizações de um funcionário, eles podem buscar valor em outro lugar, como em um novo emprego. Implemente um sistema que valide os bons trabalhadores para que seus funcionários se sintam parte integrante da empresa.

  • A cultura corporativa já não se encaixa mais

Essa pode ser a causa mais difícil de corrigir. Embora outros motivos se centrem no indivíduo, esse costuma ser um problema de todas as empresa. No entanto, a promoção de uma comunicação aberta no local de trabalho entre gestores e funcionários pode aumentar as taxas de retenção. Oferecer oportunidades de networking fora do escritório também promove um senso de ‘camaradagem’ e lealdade.

Em última análise, embora os empregadores geralmente prefiram reter um funcionário valioso do que contratar alguém novo, não precisa ser frustrante perder alguém. Muitos empregadores acreditam que há motivos para otimismo depois que os profissionais pedem demissão: 87% viram as demissões como uma boa oportunidade para adicionar novos talentos ao negócio.

‘’A saída de funcionários também pode ser uma chance de obter uma melhor compreensão do que pode ser melhorado em sua organização por meio do feedback que surge do processo de saída.’’ Finaliza Richard.

Botão Voltar ao topo