Mundo RH

7 dicas de como proteger o espaço de trabalho contra o coronavírus

Plataforma que reúne mais de 1 mil espaços de trabalho compartilhados em 150 cidades brasileiras cria Comitê Interno para apoiar coworkings

Diante do cenário que estamos enfrentando de crescimento no número de casos de coronavírus (COVID-19) ao redor do mundo e no Brasil, empresas de todos os tamanhos são diretamente afetadas e muitas começam a testar uma nova forma de organização do trabalho.

“Diferentes setores terão de se reinventar e redefinir suas estruturas e processos. Infelizmente, estamos vivendo uma pandemia que pode nos levar para uma recessão global. Sabemos que nem todos os profissionais e negócios conseguem se tornar 100% remotos da noite para o dia. No entanto, ao mesmo tempo, este momento triste está nos levando a considerar novas e melhores formas de nos organizar coletivamente”, afirmou Roberta Vasconcellos, CEO da startup BeerOrCoffee. 

A startup criou um Comitê Interno para acompanhar o tema e informar os coworkings sobre todos os acontecimentos e a evolução da pandemia que impacta diretamente esse mercado. “O Comitê Interno vai avaliar as medidas necessárias para minimizar os impactos do coronavírus no dia a dia, mantendo a segurança da operação dos espaços”, destacou Roberta.  

 Confira:

1) Disponibilize álcool em gel ou álcool 70% em sua sala, caso tenha uma;

2) Adie eventos e cursos presenciais; 

3) Retire os utensílios de uso compartilhado da sua sala, como clipes, lápis e canetas, e da copa ou cozinha compartilhada, como copos e talheres. Solicite que seus colaboradores tragam seus próprios utensílios de casa;

4) Se possível, redistribua os postos de trabalho do seu espaço para que fiquem, pelo menos, a um metro de distância um do outro. Outra opção é abrir opções de revezamento de posições e horários em escala.

5) Adie viagens a negócios e substitua reuniões por videoconferências, sempre que possível.

6) Oriente seus colaboradores a, caso apresentarem sintomas, permanecerem em casa.

7) Caso precise de um espaço com estrutura adequada perto de casa para você e seus colaboradores, ou para evitar o transporte público, conte com a nossa rede que tem estrutura adaptada às orientações oficiais de limpeza e higiene  

Reflexões provocadas pelo coronavírus colocam o trabalho remoto no foco das discussões de empresas

Empresas estão se preparando para lidar com o agravamento da pandemia do novo coronavírus no Brasil, e começaram a testar o trabalho remoto para parte da equipe ou todos os funcionários. É o caso, por exemplo, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Google, Petrobras, Nestlé, Abbott, Natura e ArcelorMittal. 

Diante das orientações oficiais para se evitar aglomerações e deslocamentos por transporte público, trocar reuniões físicas por videoconferências, entre outras medidas de proteção, novas formas de trabalho passam a ser experimentadas. O home office (trabalho em casa) é uma opção. E o anywhere office (escritório em qualquer lugar) também.  

“Podemos não estar presentes, mas estamos conectados virtualmente. Existem ferramentas que permitem pessoas fazerem o que quiserem de onde estiverem, sem comprometer a produtividade em seu trabalho”, afirmou a CEO do BeerOrCoffee, Roberta Vasconcellos.  


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar