Benefícios

70% dos trabalhadores preferem cartão de natal à cesta física

Cartão que substitui a cesta física com produtos natalinos permite que os funcionários escolham como querem compor a ceia

Com a chegada do fim do ano, muitas empresas se organizam para presentear a equipe. A Alelo, bandeira especializada em benefícios, incentivos e gestão de despesas corporativas, realizou uma pesquisa para saber qual é o reconhecimento preferido dos trabalhadores nesta época e a conclusão é de que 70% preferem o cartão de natal no lugar da cesta física.

Os motivos variam: 86% afirmam poder utilizar o cartão com produtos que gostam; 45,7% dizem poder comprar uma maior variedade de produtos; 27,7% declaram que na cesta tem produtos que não utilizam e 18,5% alegam que a cesta é difícil de transportar.

O estudo mostrou ainda que, se os colaboradores pudessem escolher, 74% prefeririam receber o cartão no valor de R$ 180 em vez de uma cesta física com produtos que somariam R$ 200. Ou seja, eles preferem receber um valor menor e ter a autonomia para selecionar os alimentos do que receber a cesta já montada com produtos que não irão aproveitar. Entre os brasileiros empregados que já receberam cestas de natal, 34% afirmam que não aproveitaram todos os produtos contidos no presente.

A pesquisa foi realizada no período de 04 a 10 de outubro de 2018 com o objetivo de entender as preferências dos trabalhadores em relação à cesta natalina física ou a um cartão de Natal. Foram entrevistadas 65.891 pessoas, entre homens e mulheres e de todas as regiões do País. A margem de erro da pesquisa é de 0,4 p.p.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios