Empreendedorismo

A experiência como inspiração

Empresária implanta programa de qualidade de vida para funcionários e faz consultoria a partir da própria experiência

Psicóloga de formação, a empresária Sandra Maria Lima de Oliveira tirou da sua experiência como prestadora de serviços, cliente e intermediadora de negócios, a inspiração para criar o Grupo Géia, no ano 2000. A empresa, especializada em planos de saúde, seguros e gestão em benefícios, traz soluções para os funcionários e clientes de uma maneira criativa e eficiente.

Sandra implantou no Géia um programa de qualidade de vida para os 60 funcionários e leva esse conhecimento – e experiência – para as empresas e entidades de classe que atendem. Mais do que fazer palestras citando cases de fora ou estudos, os especialistas do Géia dão uma consultoria efetiva para estimular o bem-estar dos funcionários – algo que vem sendo buscado freneticamente no mundo corporativo. E foi por conta da sua história que conseguiu fazer este modelo de negócio.

A experiência como inspiração

Logo depois de formada, Sandra teve sua primeira incursão no empreendedorismo quando se associou a um instituto psicotécnico, com o objetivo de atender candidatos que desejavam tirar ou renovar a carta de motorista. “O objetivo também era abrir espaço para novos negócios, como a emissão de laudos psicológicos para empresas na contratação de colaboradores e em paralelo realizar atendimento de orientação vocacional a grupos de adolescentes em fase de pré-vestibular, que é a minha especialização de pós-graduação”, conta.

Após três anos, sem fôlego financeiro para dar continuidade ao projeto, Sandra voltou para o mercado e atuou como gestora de pós-venda em uma das principais operadoras de saúde na época. Depois, tornou-se gestora de benefícios em um dos maiores sindicatos da América Latina e por fim, gestora de clientes corporativos em uma corretora de seguros. “Essas experiências me fizeram entender a importância de haver uma gestão de saúde com programas personalizados para administrar a saúde do beneficiário e o resultado financeiro do contrato.  O cliente não tinha informações transparentes sobre a evolução dos diagnósticos na sua carteira – exceto quando recebia o reajuste das mensalidades”, lembra ela. “Era carente de prevenção, acompanhamento dos pacientes crônicos e soluções que fossem eficientes para a qualidade de vida e também para diminuir impacto nos custos da contratação, evitando reajustes que coloquem o benefício acima do orçamento, além de informações”, completa.

Sandra diz ainda que muitas vezes, o cliente não sabia o que precisava receber para tomadas de decisões importantes na contratação e manutenção do benefício de saúde. “Portanto, caberia a nós, consultores, fazer a intermediação junto à operadora, a gestão do contrato e manter o cliente a par de todas as ações e suas consequências.”, explica.

Além da transparência nas informações, era necessário também intervenção efetiva na qualidade de vida dos funcionários para que o resultado financeiro do contrato fosse viável – uma vez que saúde representa o segundo maior gasto das empresas. “Para que tudo isso pudesse acontecer, era necessário um novo modelo de gestão, investimento em pessoas, conhecimento técnico, ferramentas adequadas e inovadoras”, diz Sandra.

Bem-estar desde o início

Empreender foi a saída para tornar possível uma nova linha de pensamento e atitudes, o conhecimento sobre a área, o implemento de ferramentas que proporcionassem condições para a gestão da saúde dos colaboradores e o controle financeiro, precisavam de um olhar diferente. Assim nasceu o Grupo Géia. “O norteador como empreendedora sempre foi a qualidade, a excelência, o investimento em pessoas e tecnologia. O nosso crescimento na carteira de clientes é uma consequência natural das ações que realizamos”, afirma.

Desde a fundação do Géia, Sandra priorizou o bem-estar do funcionário. Na opinião da empresária, cuidar da saúde é necessário para que haja prazer, criatividade e inovação no desempenho das atividades. “Temos que ser coerentes. Somos uma empresa que administra a saúde dos clientes. Portanto, antes, precisamos cuidar da nossa”, diz.

Ao contratar o Grupo Géia, o cliente recebe um estudo para posicioná-lo no mercado. Em seguida, é feito uma análise do perfil dos colaboradores para propor um programa que melhor atenderá as necessidades de bem-estar e do controle do risco financeiro da carteira. “Neste processo – transparente e rápido – estabelecemos uma relação de confiança, que culmina na qualidade da entrega”, afirma Sandra.

E como é no Géia?

Dentro do Grupo, os funcionários contam com uma equipe multidisciplinar que inclui nutricionista, enfermeira e educador físico, estagiário em psicologia, que orientam desde o cardápio até o controle de eventuais doenças crônicas e saúde mental. Também têm abono de horas para frequentar a academia com a qual a empresa firmou parceria. Sem falar na corrida de rua mensal, que começou há 5 anos e hoje conta com 60% de adesão da equipe. “Aqui se respira qualidade de vida. Estimulamos os colaboradores a comer frutas todos os dias, por exemplo. Para tanto, há uma fruteira perto do café para que eles se sirvam nos intervalos até o almoço e o fim do expediente”, conta Sandra.

Programas personalizados

Ao comprovar os resultados positivos dentro da própria empresa, o Grupo Géia se especializou em cuidar de pessoas, por meio de pacotes de serviços de saúde integrada. Oferece para empresas de todo país programas personalizados de prevenção de saúde, alimentação saudável, motivação para prática de atividade física regular e cuidados com a saúde psicológica. “Com a implantação de programas eficientes, o empregador retém talentos e deixa de gastar com demissões, recontratações, treinamentos ou com afastamento de funcionários. E ao divulgar vagas, consegue atrair os melhores profissionais”, diz Sandra.

 


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios