ArtigoColunista
Tendência

A importância da gestão de pessoas no novo normal

Criar um ambiente de trabalho melhor é fortalecer relações de confiança entre os líderes e suas equipes

Em tempos de isolamento social, profissionais tiveram que adaptar suas rotinas de trabalho dentro de casa. As companhias que ainda não possuíam práticas bem-definidas de home office também tiveram que se adaptar em tempo recorde para viabilizar ferramentas e dar continuidade às entregas. Nesse contexto, como fica a gestão de pessoas? É possível ajudar as equipes e desenvolver pessoas mesmo à distância?

Primeiro, é preciso ter uma compressão do cenário como um todo – da amplitude de causas que estão interligadas. O trabalho remoto impacta a rotina das pessoas em diversos âmbitos, as vidas pessoais e profissionais se conectam. E diferente de outras situações em que o home office foi aplicado, desta vez, há uma série de fatores externos que impactam no bem-estar do funcionário, afetando diretamente na qualidade de seu trabalho.

Diante disso, o principal desafio para a gestão de pessoas é como criar um ambiente de trabalho motivador, colaborativo e de apoio à distância. Para isso, há alguns pontos que devem ser levados em consideração nesse novo momento, quando pensamos em gestão de pessoas.

Relação de Confiança

Sabemos que o melhor método para construir boas relações, é a confiança, base para qualquer tipo de relacionamento saudável e produtivo. Diante disso, o primeiro passo para criar um ambiente de trabalho melhor é fortalecer relações de confiança entre os líderes e suas equipes, incentivando momentos de troca, experiências e aproximação. Em momentos de tantas incertezas e de difíceis projeções para o futuro, é fundamental que os funcionários confiem em seus líderes, e os gestores em seus times, sempre ressaltando a importância de cada um para a organização.

A confiança é a equação-chave para a construção de uma relação de qualidade. As empresas que estimularem esse tipo de relação, consequentemente, alcançarão resultados melhores. Quanto mais autonomia oferecemos para o funcionário, mas ele produz.

Comunicação e Transparência 

Nesse contexto de isolamento social, no qual as pessoas de forma geral já estão mais angustiadas e aflitas, é fundamental ser transparente e buscar uma comunicação fluida entre líderes e equipes.  Além de informações de interesse geral, de sensibilização, é preciso disponibilizar canais para que as pessoas possam se expressar e tirar dúvidas. Os funcionários precisam ter chance de interagir e participar, expressando o que estão sentindo. Eles também podem contribuir para construir novos cenários e encontrar oportunidades para esse novo “normal”, mas para isso é necessário envolvê-los e inspirá-los. Eles precisam se sentir parte!

Empatia 

Trabalhar, cuidar dos filhos, preparar as refeições, organizar as atividades diárias. Pergunta que parece não ter resposta: Como conciliar vida pessoal, profissional e familiar? Muitas pessoas se encontraram pela primeira vez trabalhando de forma remota, em um momento que essa dúvida parece se intensificar. A ruptura de hábitos, exige compreensão e empatia por parte das empresas e líderes. Em meio a um turbilhão de sentimentos, o mindset ‘People First’ é essencial em momentos de crise como esse. Colocar as pessoas em primeiro lugar é essencial para uma boa gestão de pessoas.

É importante entender em qual cenário o seu funcionário está inserido hoje. Saber se ele tem a estrutura necessária para trabalhar em casa, ou se está passando por alguma situação delicada na sua vida pessoal, ajudará o líder a manter a proximidade com os times e fará com que o funcionário se sinta mais seguro e apoiado. Além disso, essa ação reforça o senso de pertencimento e a cultura colaborativa. Em momentos como este, o mais importante é cuidar das pessoas.

Rede de Apoio

Manter um canal aberto para diálogo com os funcionários é um ótimo caminho para ajudar a organizar a rotina, distribuir funções e construir relações de confiança. Estimular um ambiente de apoio mútuo, em que as equipes se sintam mais fortes, conectadas e apoiadas, é primordial na gestão de pessoas, em um momento tão desafiador.

Investindo nessa rede de apoio

A Bradesco Seguros tem promovido webinars com o intuito de capacitar a Liderança para atuar nesse momento, apoiando suas equipes. Por meio do ‘Programa Você em Foco’, a seguradora ofereceu uma palestra sobre ‘Liderança à distância’, com dicas valiosas para que os líderes possam estimular esse ambiente de empatia e cooperação.  Nesse encontro, os líderes tiveram a oportunidade de compartilhar suas vivências e ouvir as experiências dos colegas.

Entender as oportunidades que surgem no meio do caminho e, principalmente, colocar em prática termos como empatia e senso de cooperação, tornando os times integrados e a rotina um pouco mais leve, é essencial nesse novo cenário. É o momento das empresas, seus líderes e times se reinventarem, descobrirem novos caminhos e soluções juntos. No cenário pós-pandemia, temas como autodisciplina, empatia e resiliência estarão ainda mais presentes na atuação do RH. Afinal, este novo “normal” será um marco para o desenvolvimento de pessoas.

Por Valdirene Soares, diretora de RH da Bradesco Seguros


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo