Evento

As vantagens em analisar a experiência do colaborador

O Workshop falou sobre o ciclo de experiência do colaborador como diferencial competitivo no futuro dos profissionais de RH

As vantagens em analisar a experiência do colaborador

O Workshop “Employee Experience: a jornada de experiência do colaborador”, promovido pela Compreendo Comunicação, em Jaraguá do Sul, na última quinta-feira, 4, abordou o tema com clientes de todo o Brasil, presencialmente e on-line, com a apresentação de ferramentas para mapeamento e diagnóstico da experiência, cases sobre experiências incríveis vividas pelo colaborador através de ferramentas de Design Thinking e as vantagens desse novo conceito.

O evento foi idealizado para comemorar os nove anos de atuação da agência na área de endomarketing, comemorados no dia 31 de março. De acordo com a diretora da Compreendo, Juliana Rodermel Joaquim, poder transmitir conhecimento é um presente para a agência.

Aline Rodrigues, da área de Desenvolvimento Humano e Organizacional da empresa Softplan, de Florianópolis, esteve presente e parabenizou a Compreendo Comunicação. “Foi incrível. Foi um presente para nós, parabéns. Sempre que venho para Jaraguá do Sul participar de eventos promovidos pela Compreendo, vivo uma experiência extraordinária. Momentos como esse nos deixam empolgados. Muito obrigada.”

O Workshop foi ministrado pelo CEO da Pulses, Cesar Nanci, que falou sobre o ciclo de experiência do colaborador como diferencial competitivo no futuro dos profissionais de RH. “A experiência do colaborador começa no momento em que ele olha o site da empresa e vê um anúncio de vagas e só termina quando ele se torna um ex-colaborador, sai da empresa ou se aposenta. O nosso objetivo foi mostrar a teoria por trás do Employee Experience, um tema extremamente novo, mas que mostra em seus primeiros estudos o impacto da experiência do colaborador no engajamento, no nível de performance da equipe, na inovação e até mesmo no lucro. Aquelas empresas que olham com mais cuidado para o assunto estão à frente daquelas que não levam o tema tão afinco”, falou o CEO.

Cesar Nanci ainda destacou que nos Estados Unidos esse tema foi considerado um dos mais relevantes na área de Recursos Humanos. “Temos que olhar para fora do País e ver que o momento americano vive uma realidade de pleno emprego, onde a briga de talentos está extremamente forte. Esse cenário favorece a criação de startups focadas no recrutamento e seleção para que as empresas recrutem mais rapidamente e sejam mais assertivas. Olhar e analisar a experiência do colaborador vai fazer com que ele fique mais tempo na empresa ou que sempre lembre da organização com carinho.”

O CEO finalizou dizendo que as ferramentas de Employee Experience têm caráter analítico. “Os RHs são muito intuitivos e são bons nisso, mas eles precisam ir além e comprovar a intuição com dados”, falou.

 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios