Opinião

Blockchain e a prevenção de riscos

Apenas duas décadas depois, o blockchain promete protagonizar uma nova transformação global

Em tempos de transformação digital, muito tem se falado sobre blockchain, mas como essa e outras tecnologias podem, de fato, contribuir para que tenhamos um transacionamento de dados de trânsito de modo cada vez mais seguro?

Você já deve ter ouvido falar sobre blockchain. De forma simplificada, podemos dizer que se trata de um registro de transações de dados capaz de criar um histórico resgatável e imutável que acompanha as informações de maneira criptografada. Cada transação é validada pelo conjunto dos usuários. Assim, uma vez registrada e validada, a informação não pode mais ser alterada.

Em outras palavras, é uma tecnologia disruptiva relacionada à segurança e confiança que está mudando radicalmente a forma como fazemos transações de dados na internet. Sua principal contribuição é atender os objetivos da segurança da informação: confidencialidade, integridade, disponibilidade, autenticidade e auditabilidade.

Grandes organizações entenderam a oportunidade por trás do blockchain e já começaram a utilizar a tecnologia. Em um futuro próximo, o blockchain estará muito além das moedas digitais: será uma ferramenta tão importante para segurança dos dados que, segundo relatório da Accenture, fará com que os bancos economizem de 8 a 12 bilhões de dólares em gastos com infraestrutura.

Quem viveu a expansão da internet, e sua popularização nos anos 1990, assistiu a uma revolução tomar conta do planeta e transformar para sempre a maneira como os dados são compartilhados. Apenas duas décadas depois, o blockchain promete protagonizar uma nova transformação global, de impacto tão grande quanto o gerado pela rede mundial de computadores.

No final das contas, o que a internet fez pelas comunicações, o blockchain está fazendo pela transmissão de dados com valor. Os impactos da ferramenta estão sendo sentidos em uma ampla variedade de setores, entre os quais logística, comunicações, serviços financeiros, indústria automobilística, agricultura, gestão pública, saúde, contabilidade, ajuda humanitária, varejo e cultura.

De acordo com levantamento da Federação Mundial de Anunciantes (WFA), apenas 3% das empresas de marketing e publicidade investiram em blockchain até 2017. Um recente levantamento feito pela Gartner, o 2019 CIO Agenda Survey, entrevistou mais de 3.000 CIOs (Chief Information Officers) e trouxe um dado revelador: 11% dos executivos indicam que suas organizações já implementaram ou estão planejando ter projetos a curto prazo com a tecnologia Blockchain. Atualmente, 61% das empresas digitais de alto nível em todo o mundo estão investindo em blockchain, de acordo com um relatório da empresa de gerenciamento de identidade Okta

O conceito de blockchain é revolucionário e, por isso mesmo, não é fácil entendê-lo rapidamente. A tecnologia tem como premissa trazer a segurança necessária para o transacionamento de dados com possibilidades de escalabilidade, privacidade e performance.

Não dá para ignorar: o blockchain já é realidade e, possivelmente, tudo passará a ser utilizado por meio dessa ferramenta, graças a seu potencial de mudar de patamar a economia e a tecnologia da informação.

Por  Gabriela Santana – vice-presidente de Operações e Negócios da Tecnobank.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar