Mundo RH

CEO é modelo de liderança feminina

Dona de foco social, a executiva vem obtendo resultados relevantes para o negócio que comanda, além de estar promovendo uma mudança cultural na agência

Desde que a CEO Marcia Esteves assumiu a liderança na Grey Brasil, em março de 2018, o mantra da agência tem sido fazer ainda mais a diferença, não só no jeito de fazer propaganda, mas no formato de negócio. Na Grey Brasil, a gestão é igualitária, o somos é maior do que o eu. Existe uma implementação concreta de cultura, vivenciada e real entre todos os colaboradores.

CEO é modelo de liderança femininaConseguir equilibrar vida pessoal e profissional é algo que a executiva faz questão na rotina entre sua equipe. Tanto é que na Grey Brasil resultado está associado à humanização e valorização de pessoas.

Falando em resultados, na gestão da CEO, momento em que aconteceu a implementação da cultura e grandes saltos para o negócio, a agência experimenta uns de seus melhores momentos.

A Grey Brasil tem crescido a passos largos, conquistado contas e acumulado prêmios cobiçados no mercado publicitário, não só um, mas vários. No Cannes Lions 2018, ganhou o Grand Prinx na categoria Mobile com o “Detector de Corrupção”, aplicativo que revela o histórico dos políticos. No Cannes Lions 2019, a Grey Brasil concorre com nada mais, nada menos que 11 cases, entre eles políticos, que ganhou o Gran Prix em Cannes Lions 2018.

Um outro case,  “The Real Machado” (“Machado de Assis Real”) mostra a verdadeira identidade de Machado de Assis e virou um movimento que contribui com a cultura nacional.

A Grey Brasil opera desde 1973 e tem um jeito especial de ser: “fazer propaganda que é muito mais do que propaganda”, movendo as pessoas, a sociedade e as marcas. Seu slogan sintetiza a alma do negócio: Famously Effective since 1917.

A Grey Brasil pertence ao Grey Group, agência de publicidade global com sede em Nova York desde 1917, presente em mais de 96 países e ultrapassa a marca de 200 escritórios. Atende clientes como P&G, Volvo, Reclame Aqui e XP Investimentos.

O MODELO “BRAND TABLES” PELA EFICIÊNCIA, AGILIDADE E INTEGRAÇÃO DAS ÁREAS NA GREY BRASIL

CEO é modelo de liderança femininaEm um mercado volátil e repleto de incertezas econômicas como o nosso, é natural cada setor buscar alternativas para seguir ativo, manter e conquistar clientes, além de resultados positivos.

Até em sintonia com essa realidade, a Grey Brasil tem passado por uma série de mudanças organizacionais em busca de atingir a excelência nos negócios.

Mentora deste momento, a CEO Marcia Esteves, uma das únicas mulheres que exercem este cargo de liderança em uma agência de publicidade nacional, vem orquestrando este modelo de negócio pela reorganização operacional, visando integração, agilidade e colaboração através da implantação do modelo “Brand Tables”, onde as equipes são alocadas por marcas e projetos, focadas na solução de desafios de negócios.

Sobre o modelo “Brand Tables”, Marcia comenta: “Nossos clientes questionavam como poderíamos manter o serviço tão bom quanto o apresentado em concorrências – normalmente feita em WarRooms, com as áreas integradas por um determinado período e profissionais focados em um projeto/marca. Daí o modelo “Brand Tables”, que faz com que ganhássemos em eficiência, agilidade e integração, intensificando os negócios de nossos clientes para que possamos agir em lugar de esperar briefings e reagir”.

Cada “Brand Table” está estruturada a partir das especialidades e entregas necessárias para cada marca, reunindo profissionais com diversos backgrounds, indo além dos perfis das áreas tradicionalmente existentes, como mídia, criação, negócios, estratégia ou business intelligence.

A Grey Brasil entende que as funções não devem se dividir por áreas, mas sim por grupos de trabalho multidisciplinares, onde todos os profissionais têm um único foco: desburocratizar o processo, facilitar as entregas e provocar nossos clientes, através de ideias que gerem resultados expressivos de negócio. Isso é “Famously Effective” – mantra global da rede que defende trabalhos que ficam famosos e geram resultados.

Para se ter uma ideia do posicionamento da Grey Brasil, um ranking do Kantar IBOPE Media – Monitor Evolution, de 20 de maio, destacou que o investimento publicitário dos anunciantes atendidos pela agência, entre janeiro a abril, teve um volume de negócios que superou  a casa de R$ 500 mil, refletindo o atual momento, com novos clientes, cases premiados e incremento de produtividade.

Diante deste cenário, o que esperar de 2019? Marcia ressalta: “Otimismo, não euforia. Vamos continuar acompanhando as mudanças na economia e no país com atenção. O motivo do nosso otimismo é que a Grey Brasil obteve resultados históricos nos últimos dois anos. E a expectativa é que 2019 seja ainda melhor para a agência e nossos clientes”.

CEO é modelo de liderança feminina

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios