Tecnologia

Certificado Digital pode evitar as chamadas fake news

O certificado digital passaria a ser a identidade digital do jornalista nos meios digitais

Tem sido cada vez mais comum o uso do termo fake news. Fenômeno mundial, as notícias falsas desacreditam os meios de comunicação, destroem reputações, produzem prejuízos de todo tipo, muitos dos quais irreversíveis. Os veículos de comunicação, no entanto, podem encontrar na certificação digital a forma de evitar que esse tipo de notícia circule. De acordo com Mauricio Balassiano, diretor de Certificação Digital da Serasa Experian, com o uso de certificados digitais os veículos de modo geral podem dar aos seus públicos a certeza de que a origem da notícia é confiável e, portanto, ela é verdadeira.

“Mais que isso, os veículos podem usar de forma impressa ou eletrônica a informação de que suas notícias são produzidas por profissionais que utilizam a certificação digital na inserção da notícia final, que será consumida por seus públicos. É como uma espécie de selo de segurança, exatamente como existem hoje nos sites de compras e instituições bancárias”, explica Balassiano. Desta forma, diz ele, a base de um noticiário passaria a ser mais ou menos crível a partir da visão do próprio consumidor final. Seria a comprovação de que a notícia foi apurada e checada antes de sua publicação.

O certificado digital passaria a ser a identidade digital do jornalista nos meios digitais. Como hoje a disseminação das notícias se dá de forma praticamente instantânea, sua veracidade seria, igualmente, rapidamente comprovada ou não pela consulta à sua origem. “Se a origem for atribuída por exemplo a determinado veículo ou agência de notícias, bastaria, num click, verificar se aquele meio adota a certificação na inclusão de seus conteúdos”, acrescenta Balassiano.

 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios