Últimas notícias

Cidade inteligente: home office começa a funcionar em Vitória

Projeto pretende trazer economia e mais mobilidade para a cidade

Muito comum em empresas privadas, o home office agora é uma realidade para os servidores da Prefeitura de Vitória, ES. Uma das primeiras capitais a adotar tal prática, Vitória deve ganhar mobilidade, além de o projeto gerar economia para os cofres públicos.

O servidor que puder executar seu trabalho remotamente tem que fazer a solicitação formal junto à Subsecretaria de Gestão de Pessoas para passar por avaliação do secretário da pasta e de um comitê. Uma vez aprovado, será estabelecido um plano de metas para acompanhamento.

O prefeito de Vitória, Luciano Rezende, ponderou que esse é mais um instrumento para diminuir o custeio da prefeitura, melhorar a eficiência do servidor e dar melhores resultados, beneficiando, inclusive, a mobilidade urbana.

“Uma das coisas que a tecnologia propiciou é que muitas das profissões e atividades podem ser feitas de casa, utilizando internet, sem nenhum prejuízo para o exercício da função, com a grande vantagem para o servidor e para a mobilidade. Para o servidor, porque ele não precisa se movimentar de casa para o trabalho e do trabalho para casa. Para a mobilidade, porque nós vamos ter menos pessoas fazendo esse circuito e melhorando o trânsito. Quando isso for colocado em grande escala, terá um impacto considerável”, disse o prefeito.

O prazo para o exercício funcional no sistema de Escritório Remoto será de um ano, podendo ser prorrogado ou revogado, por interesse da administração municipal. Haverá plano de metas para avaliação de desempenho e um sistema de rotatividade entre os servidores interessados para quando as unidades exigirem um mínimo de presença física.

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios