Entrevista

Como a minha visão de CFO está contribuindo para o fortalecimento do RH

Com uma carreira construída na área de finanças, executiva de RH destaca suas habilidades em gestão de pessoas

Diretora administrativa, financeira e de recursos humanos da LG lugar de gente, Anete Castro começou a trabalhar aos 10 anos, em um escritório de contabilidade. Dez anos depois decidiu que seria auditora e, fez testes em uma das quatro grandes empresas de auditoria do mundo. Na KPMG permaneceu até se tornar auditora sênior. Em seguida, atuou em posições de controller, principalmente em empresas investidas por fundos de private equity, onde chegou a trabalhar em nove países.

Em 2013, aceitou o convite para integrar no time da LG lugar de gente, como diretora financeira, após o ingresso do fundo H.I.G. Capital na sociedade. Além de diretora financeira, ficou também responsável pela diretoria administrativa. Em meados de 2015, recebeu o convite para assumir também a diretoria de RH, incluindo a Universidade Corporativa, que faz parte dessa diretoria. Para o Mundo RH, a executiva nos revelou algumas das suas práticas em gestão de pessoas, falou sobre a sua visão de CFO agora frente ao RH e os esforços da sua área para promover o desenvolvimento dos seus colaboradores. Acompanhe a entrevista:

MUNDO RH –  Como o RH da LG lugar de gente observa a necessidade da área de recursos humanos de cada vez mais investir em recursos tecnológicos direcionados para a gestão de pessoas?

ANETE CASTRO – Nós, da LG lugar de gente, entendemos a relevância de investimentos em recursos de tecnologia para a gestão de pessoas, considerando nossas necessidades e também de nossos clientes. O RH é cada vez mais cobrado a estar presente nos negócios, entender da operação, participar das estratégias e não apenas operacionalizar processos. Com isso, ter tecnologia a nosso favor é de suma importância, pois ela permite que a equipe de RH tenha tempo para lidar com questões mais importantes. Além disso, oferece informações e insumos para auxiliar na tomada de decisão.

MUNDO RH –  Sendo uma empresa especializada em soluções para recursos humanos, como o seu time de RH busca de forma prática utilizar e aprimorar essas soluções?

ANETE CASTRO – Temos uma máxima aqui na empresa de que “em casa de ferreiro, espeto é de ferro”. Um dos principais objetivos que coloquei para a equipe é que a LG lugar de gente fosse um case de sucesso e que pudéssemos ser exemplo na utilização das nossas soluções de tecnologia. Não podemos vender algo para o mercado externo se não comprarmos e aprovarmos internamente. Sendo assim, o time de RH é instruído a utilizar o máximo das nossas soluções e, para isso, internamente, ele participa de treinamentos presencial e on-line, além de possuir acesso ao suporte, como um cliente interno. Com relação ao aprimoramento das soluções, além de sempre oferecermos feedbacks para as áreas responsáveis pelos produtos na LG, temos desempenhado o papel de “empresa piloto” nas novidades que lançamos ao mercado, o que nos permite utilizar recursos e ferramentas realmente inovadoras e contribuir com o aperfeiçoamento das soluções antes mesmo de ir ao mercado.

MUNDO RH –  Tendo uma carreira construída na área de finanças, e agora atuante em RH, como você lida com as questões voltadas aos investimentos em gestão de pessoas?

ANETE CASTRO – A princípio, tem-se uma imagem distorcida do profissional de finanças, uma vez que ela é sempre vinculada a cortes de custos. No entanto, o profissional de finanças tem muitas informações disponíveis para conseguir ajudar o negócio a atingir seus objetivos. Se para isso, de acordo com a estratégia da empresa, tenha que ser realizados investimentos em gestão de pessoas, com certeza eles serão defendidos. Geralmente, o que o profissional de finanças não aprova é aquilo que ele ainda não consegue visualizar com clareza o retorno diante do investimento.

Eu lido com as questões voltadas para os investimentos em gestão de pessoas de forma bem simples: os investimentos são necessários para que a empresa atinja seus objetivos estratégicos? Se sim, não temos o que discutir; a companhia precisará realizar, independentemente de estar “gastando” dinheiro ou não. E hoje, estando à frente da área de RH, sou a responsável por um dos objetivos da empresa que é aprimorar a Gestão Estratégica de Pessoas. Portanto, como eu disse, é algo bem simples, claro e objetivo. Faz parte da estratégia da empresa, portanto, realizamos esses investimentos, mas sempre medindo a efetividade de nossas ações para demonstrar que os resultados estão sendo atingidos.

MUNDO RH –  Na sua opinião, agora no outro lado do balcão, quais os argumentos necessários para o RH convencer o CFO a investir em ferramentas especializadas em gestão de pessoas?

ANETE CASTRO – O CFO é um profissional que respira resultado. Logo, creio que o principal argumento trata-se do retorno sobre o investimento. O CFO não quer saber de aumentar custos; ele quer melhorar a eficiência, fazer mais com menos, reduzir custos a partir do projeto apresentado, independentemente de qual área seja.

Portanto, para o RH convencer o CFO a investir em ferramentas especializadas em gestão de pessoas, entendo que os principais argumentos são:

  • Economia gerada: a demonstração clara, objetiva e precisa da economia que será gerada com a utilização das ferramentas. Pode ser economia de retrabalhos ou em erros de cálculo, por exemplo. Pode ser ainda uma economia de tempo da equipe, que poderá se dedicar a outras atividades (maior produtividade).
  • Alinhamento com objetivos estratégicos da empresa: demonstrar objetivamente ao CFO que o projeto almejado é consistente com os objetivos macros da empresa, que tem fundamento, que já foram analisados os prós e os contras, e também apresentar um possível plano B, em caso de não aprovação, ou até mesmo um projeto intermediário.
  • Retorno sobre o investimento: conseguir demonstrar, em números, como e quando esse investimento será recuperado.

Independentemente do argumento apresentado, o mais importante é apresentar um raciocínio em que as ideias estejam estruturadas de forma lógica e objetiva. O CFO geralmente tem um perfil mais objetivo, enxerga via números, fatos e dados. Logo, a forma de apresentação é crucial para começar bem o trabalho de convencimento do CFO. É importante apresentar para o CFO como a opção pelo projeto A ou B foi fundamentada, a partir de quais premissas chegou-se à conclusão de que esse projeto seria o melhor para a empresa e, como não poderia deixar de ser, demonstrar em números o retorno esperado com a implantação de cada ferramenta.

MUNDO RH –   Quais são os esforços do RH da LG lugar de gente para promover o desenvolvimento dos seus colaboradores?

ANETE CASTRO – A LG lugar de gente é uma empresa que investe muito em seus colaboradores e em sua formação. Atualmente, temos uma iniciativa denominada Café com a Gente, que é um projeto através do qual os colaboradores especialistas em algum tema específico (escolhido por seus colegas) transmitem o conhecimento aos demais funcionários do grupo. Esse projeto ocorre na matriz, com transmissão simultânea para as filiais e para as demais empresas que fazem parte da LG.

Temos também o Programa de Incentivo a Educação e Desenvolvimento (PIED), em que a LG oferece, semestralmente, bolsas de estudos para pós-graduação e certificação para colaboradores selecionados.

Além disso, há um investimento em treinamentos, que podem acontecer de forma presencial e virtual. Atualmente, damos ênfase aos treinamentos virtuais, uma vez que a LG possui uma universidade corporativa com cursos on-line sobre seu negócio e seus produtos. Além disso, nossa plataforma de LMS – Learning Management System (na qual os cursos on-line são disponibilizados) é integrada com a nossa ferramenta de avaliação de desempenho, o que também favorece o acompanhamento dos PDIs dos colaboradores.

MUNDO RH –   De que forma a sua política de RH contribui como aliada estratégica para alavancar os negócios da empresa?

ANETE CASTRO – A política de RH da LG é um dos pilares para que possamos alavancar os negócios da empresa. Como somos uma empresa de serviços e oferecemos soluções de tecnologia, nosso foco principal é a satisfação do cliente. Pois, somente clientes satisfeitos permanecem e nos possibilitam alavancar os negócios, já que indicações são muito importantes nesse ramo.

Só conseguiremos a satisfação do cliente se todos os nossos colaboradores tiverem isso em mente, vivenciarem esse sentimento e tiverem essa postura no DNA. Por isso, entendemos que a nossa política de RH contribui diretamente com a estratégia de alavancar os negócios. Afinal, a contribuição do RH inclui um processo de recrutamento e seleção direcionado para trazer para o time aquelas pessoas, que melhor se adequem à nossa realidade e que tenham os mesmos valores que os nossos. Também é importante ter um mapeamento sistemático e periódico dos talentos da organização, conseguindo que a empresa tenha as pessoas certas nos locais certos, passando pelo desenvolvimento contínuo de todos os colaboradores da empresa, e sendo fundamentados em uma política de RH consistente, que possua uma linguagem única. Isso é importante para que todos os colaboradores saibam para qual direção a empresa está indo. Não à toa valorizamos a comunicação e a informação de uma forma clara, como orienta um dos nossos valores: a transparência.

MUNDO RH –  Atração e retenção de talentos, como tem sido trabalhada essa questão da LG lugar de gente?

ANETE CASTRO – Desde que assumi o RH optamos por revisitar todos os nossos processos e programas a fim de avaliar o que se manteria e o que precisava de ajustes. Nossa decisão foi justamente iniciar pelo subsistema Atrair e Contratar, porque acreditamos que de nada adianta trabalhar a cultura da organização se as novas pessoas contratadas estiverem entrando desalinhadas.

Sendo assim, trabalhamos em algumas frentes, que foram:

  • Incrementar o “LG nas universidades”, programa em que a LG se mantem mais presente nas universidades promovendo palestras e com isso estando mais próxima do público estudantil;
  • Aprimoramos a nossa imagem e atuação nas redes sociais, inclusive com uma página de carreiras no LinkedIn;
  • Redesenhamos nosso fluxo de recrutamento e seleção, de forma a garantir que tivéssemos contratações mais assertivas.

Todas essas ações nos geraram um aumento significativo na atração de talentos: para o programa de estágio tivemos 30 candidatos por vaga; já nas outras posições, o número de currículos por vaga é de 267.

Com relação à retenção dos talentos, procuramos investir no desenvolvimento de carreira de todos os colaboradores, no clima organizacional e, principalmente, ter clareza e transparência nas informações corporativas repassadas aos colaboradores. Além disso, recentemente inauguramos o projeto “A gente se entende”, que consiste em uma reunião a cada 3 meses entre colaborador e seu gestor, para avaliação de sua carreira, atingimento das metas e orientações, em caso de necessidade de melhoria. Investimos também em um espaço para os colaboradores descansarem e fazerem suas refeições denominado “Cantinho da Gente”.

Queremos que os colaboradores se sintam à vontade na empresa, sabendo e confiando que a LG realmente preza por eles e sempre procura oferecer as melhores condições para ambos crescerem, sendo uma parceria ganha x ganha.

A implantação dos nossos módulos de Metas e de Avaliação de Competências tem extrema importância nos quesitos clareza e confiança, principalmente, quando os associamos ao projeto “A gente se entende”. Os colaboradores possuem um plano de metas, sabem como serão avaliados (por quais competências e qual o desempenho esperado) e, com isso, compreendem quais serão as cobranças. Dessa forma, há um alinhamento inicial de expectativas e um acompanhamento próximo, o que evita surpresas ao final do caminho para ambos os lados e nos dá uma maior chance de atingirmos nossos resultados.

MUNDO RH –  Quais ferramentas o RH busca para atrair novos talentos?

ANETE CASTRO – Utilizamos nosso site institucional para o recebimento de currículos e disponibilização das vagas. O nosso módulo Gen.te Recebe – Recrutamento e Seleção nos ajuda tanto nessa parte de divulgação de vagas e cadastro de currículos, como também no gerenciamento do processo de seleção, que é integrado com o nosso sistema de folha de pagamento, reduzindo assim o trabalho no momento da admissão e garantindo também o retorno para todos os candidatos.Utilizamos também as nossas redes sociais e a nossa página de carreiras no LinkedIn, além do projeto LG nas Universidades que é de suma importância para nossa atração de talentos.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios