Carreira

Como aproveitar o LinkedIn na busca por um emprego

O seu cargo atual e o título da sua página também possuem altíssima relevância para os mecanismos de busca do LinkedIn

O LinkedIn é hoje a ferramenta mais eficaz para quem está na disputa por uma oportunidade de emprego, a rede social possui mais de 43 milhões de usuários só no Brasil, que é o quarto país do mundo nesses números, sendo superado apenas pelos Estados Unidos onde foi criada a plataforma e pela China e Índia com seus bilhões de habitantes. Levando em consideração que a população economicamente ativa no nosso país é inferior a 80 milhões de pessoas, temos mais da metade dos trabalhadores nacionais conectados à rede.

A primeira coisa que quem está buscando recolocação profissional precisa entender é que o LinkedIn vai além de uma simples rede social, onde você pode postar suas opiniões e comentar, lá você tem acesso a milhares de profissionais de recursos humanos que estão realizando ativamente processos de recrutamento e seleção para as suas empresas, então manter o seu perfil totalmente atualizado e conhecer os recursos disponíveis do sistema é de fundamental importância para a sua empregabilidade e resultados na carreira.

Uma dica muito valiosa é ter uma URL personalizada, que é a localização da sua página, ou seja, o código que irá permitir com que seu perfil, quando público, seja encontrado por seus conhecidos e por selecionadores. Essa personalização irá aumentar a sua performance de SEO (Searching Engine Optimization), que é o mecanismo que lhe permite conseguir um bom posicionamento na plataforma e estar em evidência. Veja um bom exemplo na minha página pessoal em:  https://www.linkedin.com/in/recursoshumanos-rh-emprego-carreira-outplacement-recolocaçãooprofissional-coaching-headhunter/

Outra dica muito importante é ter uma foto bacana. Uma pesquisa da empresa de apoio à recolocação profissional Employability aponta que um perfil no LinkedIn tem 11 vezes mais chances de ser visto se ele tiver uma boa foto, portanto coloque uma foto atualizada para não parecer retrô, pode ser uma foto do peito para cima apenas e, claro, vestido profissionalmente. Lembre-se que o LinkedIn é uma plataforma profissional, aquela foto da balada onde você ficou muito bem não é a mesma que você vai usar nesta rede, verifique se a foto foi tirada em um ambiente bem iluminado e demonstre uma atitude positiva.

O seu cargo atual e o título da sua página também possuem altíssima relevância para os mecanismos de busca do LinkedIn, então tente não repetir palavras e encontre variações que facilitem com que seu perfil seja encontrado, indiferentemente da maneira que a busca for realizada, exemplo, se você é um analista de recursos humanos que trabalha com treinamentos, é interessante que você coloque no título do seu LinkedIn as palavras Recursos Humanos, RH, Human Resources, HR, Treinamento e Desenvolvimento e T&D, essas variações vão permitir que indiferentemente de como a busca for realizada, você será encontrado. Essas dicas valem para todos os níveis e perfis profissionais.

Na parte “recomendações” é importante que você tenha pelo menos cinco profissionais que já trabalharam com você ou clientes que já usufruíram dos seus serviços, dando um aval sobre seu lado profissional para quem estiver lendo, muito mais importante do que você falar bem de suas habilidades e competências profissionais são outras pessoas certificando o que você diz. Então peça para que seu superior direto na última empresa que trabalhou ou até mesmo na atual lhe recomende, seu cliente, seu fornecedor, seu funcionário, quem quer que conheça seu perfil com propriedade e possa dar essa recomendação com louvor.

Na parte “resumo”, saiba escolher palavras-chave de sua área de atuação e evite repeti-las, uma breve dissertação de em média dez linhas explicando para quem ler no que você é realmente bom, qual seu diferencial, o que você acredita que ninguém faz tão bem quanto você e ao término deixando o seu contato, é suficientemente eficaz. Seguindo essas dicas eu garanto que o seu novo emprego estará muito mais próximo de você.

Claudio Riccioppo – CEO da Employability

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo