Carreira

Como as habilidades cognitivas podem prever sucesso no trabalho

Não é mais novidade para ninguém que as competências comportamentais se tornaram relevantes na trilha de sucesso dos profissionais dentro das empresas

Otimizar os processos de trabalho com foco na gestão de pessoas em momentos de crise e, principalmente, no trabalho remoto é essencial para obter melhores resultados. Isso permite às empresas economia de tempo e de recursos financeiros, além de aumentar a produtividade das equipes.

Diante dos novos desafios impostos aos profissionais de Recursos Humanos – que tiveram seu papel potencializado com a pandemia –, automatizar algumas atividades da área, principalmente os processos seletivos e a gestão de pessoas a distância são alternativas eficientes para lidar com as necessidades da área. Algo que tem contribuído muito para que o RH atenda com excelência as demandas das empresas, principalmente nos processos de gestão de pessoas, são as ferramentas de assessments.

Não é mais novidade para ninguém que as competências comportamentais se tornaram relevantes na trilha de sucesso dos profissionais dentro das empresas. As organizações estão se dedicando a contratar e construir seus quadros funcionais com profissionais que detenham uma ou mais competências variadas que extrapolam o campo dos conhecimentos técnicos.

De olho nessa tendência, destacam-se os benefícios proporcionados pelas avaliações de aptidão – mas, antes de seguir, vale explicar o que é aptidão. Segundo especialistas, aptidão é a capacidade de fazer algo com um alto padrão, ou seja, realizar algo de forma excepcional. As aptidões cognitivas contribuem para a inteligência geral de uma pessoa, bem como, para sua velocidade de aprendizagem e capacidade de resolver problemas em cenários diferentes. As aptidões são diferentes do QI, que mede o quanto um indivíduo é inteligente em relação a critérios acadêmicos específicos, em vez de critérios gerais.

As habilidades cognitivas foram amplamente reconhecidas como os mais fortes preditores de sucesso no trabalho. E tem sido amplamente utilizada nos processos principalmente de Recrutamento & Seleção, pois ajuda a entender se aquele indivíduo será capaz de compreender rapidamente os requisitos da função. Embora também possa ser utilizada para quem já está na organização, pois ajudam a identificar quais têm maior facilidade de aprendizagem rápida e adaptação.

Essas habilidades também antecipam se os profissionais têm a capacidade de se adaptar a novos desafios e se são adequados para impulsionar mudanças em sua organização. Com isso, fica mais fácil selecionar o candidato certo para cada função, colocando um filtro objetivo em sua habilidade, independentemente de sua pontuação de QI, qualificações e experiências anteriores. É importante lembrar que isso não quer dizer que esses três pontos não sejam importantes, mas que eles não são o melhor indicador do potencial de desenvolvimento de um profissional dentro de uma empresa.

Hoje, graças à tecnologia e a ferramentas inovadoras, ficou rápido e fácil descobrir as capacidades de um indivíduo antecipadamente, a partir da aplicação de testes on-line que mapeiam raciocínio, comunicação, tomada de decisões, aprendizado e memória.

A avaliação de aptidão tem papéis importantes: analisa a velocidade de processamento de informações de um indivíduo e a capacidade de aprender e desenvolver novas habilidades. Ela é usada para uma variedade de propósitos, por exemplo recrutamento, retenção, desenvolvimento, gestão, identificação de necessidades de treinamento, orientação de carreira, planejamento de sucessão e benchmarking.

Essas ferramentas são capazes de oferecer uma visão ampla sobre cada membro da equipe e isso contribui para que os gestores criem times vencedores e, como já citado, identifiquem funcionários com potencial de se tornarem líderes, entre outros tantos benefícios proporcionados.

É amplamente reconhecido que nem todos se destacam na escola e que os resultados de exames nacionais padrão ou testes aceitos pelo mercado não são a melhor maneira de entender as capacidades de um indivíduo, o nível de desafio que os profissionais precisam para se manterem estimulados e comprometidos ou se eles responderão bem às atividades de desenvolvimento.

Num cenário de alto desemprego, em que existem centenas de candidatos para uma vaga, aplicar os testes de aptidão desde o início do processo seletivo pode garantir maior assertividade e proporcionar à empresa a segurança de que está contratando o profissional certo para cada função.

Outro ponto, que é ainda mais importante do que contratar a pessoa certa e com o perfil correto para determinada vaga, é saber que, a partir dessa definição, você estará contribuindo também para o desenvolvimento de sua empresa, para que ela alcance os melhores resultados, tanto em termos de negócios como de clima organizacional. Afinal de contas, nunca foi tão importante cuidar do clima e das pessoas que fazem parte de suas equipes, mesmo que estejam trabalhando remotamente.

Rejane Matos – É Administradora com especialização em Inteligência de Mercado e gerente de Marketing do Grupo Soulan.

Botão Voltar ao topo