Carreira

Como identificar, desenvolver, reter e encantar talentos na era dos unicórnios?

Com forte pressão dos investidores e clientes, essas empresas compartilham a eterna busca por inovação e crescimento e são obcecadas pela experiência diferenciada aos seus clientes

Há motivos para comemorar: o reino dos unicórnios também é brasileiro…

O Brasil vem se destacando no cenário de alto crescimento e formando muitas empresas unicórnio. Termo cunhado pela investidora americana Aileen Lee, a palavra unicórnio utilizada para startups avaliadas em um ou mais bilhão de dólares, brinca com a ideia de que esse tipo de empresa é raro, quase não existem e aludem a escasso e mágico.

Nos últimos 5 anos, o país apresentou ao mundo 16 empresas unicórnio e se classifica entre os dez países no globo com o maior número de startups desse tipo. Especialistas do setor avaliam que em 2021, o Brasil deve apresentar mais alguns unicórnios ao mundo.

“Com forte pressão dos investidores e clientes, essas empresas compartilham a eterna busca por inovação e crescimento e são obcecadas pela experiência diferenciada aos seus clientes. Tamanha exigência tem lá suas repercussões no mercado de talentos e lançou um novo desafio aos líderes: como identificar, desenvolver e reter talentos na era dos unicórnios – seja ele potencial ou com resultados comprovados”, afirma Andréa Beer, consultora da Egon Zehnder, consultoria focada no recrutamento e desenvolvimento de lideranças .

 

Identificar: O Que é um talento na visão das unicórnios?

 

De acordo com Andréa, são perfis dinâmicos, com alta capacidade de entrega e habilidade de trabalhar com fragmentação e ambiguidade. No entanto, há muitas outras características que podem auxiliar os líderes do mundo corporativo na identificação desse tipo de talento.  Veja alguns outros atributos desse perfil:

  • Curiosos e questionadores: buscam aprimoramento contínuo, com senso crítico muito apurado e colocam suas opiniões e questionamentos de maneira construtiva.
  • Alta capacidade de entrega e drive: atuam com alta energia e entrega de valor superior, com celeridade e capacidade de fragmentação para potencializar os resultados.
  • Pragmáticos: privilegiam a experimentação e a ação em detrimento da idealização e planejamento.
  • Motivados por missão: têm forte aderência ao propósito e valores da empresa e, com isso, são movidos por missão e não por projetos transacionais.
  • Global: antenados globalmente e com vivência internacional, atuam localmente para a entrega de resultados excepcionais.
  • Digital: navegam com naturalidade entre o digital e o analógico e possuem vivência em empresas de crescimento exponencial.
  • Estruturantes: Possuem grande habilidade de estruturação e analítica; têm facilidade para trabalhar com informações complexas e dados abundantes, extraindo insights.
  • Determinados: conseguem se autorregular e manter comprometimento mesmo em tempos desafiadores.
  • Com alta capacidade de mobilização: atuam como imãs de talentos e conseguem tocar o racional e o emocional dos colaboradores e clientes.

Desenvolver e Reter: Comece dentro de casa

“O ideal é que a identificação dos talentos unicórnios comece dentro de casa. E a razão para isso é simples: se ele já está na corporação é porque de alguma forma se identifica com seu propósito”,  explica a consultora.

Uma vez identificado o talento, invista em seu desenvolvimento e sua retenção, trazendo experiências formadoras e aceleradoras de sua prontidão.

Veja algumas sugestões:

  • Ter iniciativas concretas que sejam aceleradoras de carreira, com pluralidade de experiências em diferentes áreas de atuação, funções e localidades; como por exemplo projetos multidisciplinares, internacionais e digitais.
  • Traçar um plano de desenvolvimento dinâmico, que seja orientado por projetos e que traga milestones e ações de recompensa e reconhecimentos de maneira mais frequente.
  • Constantemente apresentar desafios e “tirar o talento da sua zona de conforto”, incrementando escopo e responsabilidade.
  • Premiar a tomada de risco, a experimentação e o pragmatismo, fomentando um ambiente seguro e tolerante ao erro.
  • Propiciar experiências únicas e pouco replicáveis (ex. cursos bastante seletos, acesso a rede de mentores e conselheiros diferenciados, “intercâmbios” para empresas mais disruptivas.
  • Reforçar a constante repactuação dos valores e reafirmação do seu propósito.
  • Trazer referências de diferentes estilos de liderança, em geral, são talentos que se tornam “gestores” muito cedo, e por muitas vezes, não têm muito repertório e referências de boas práticas de gestão de pessoas.

Encantar: Como atrair um talento unicórnio? 

Se mesmo com uma busca criteriosa dentro de casa ainda existe a necessidade de atrair talentos desse perfil, talvez seja a hora de romper as barreiras e ampliar o campo de atuação. No entanto, assim como encontrar e identificar um talento unicórnio, atraí-lo é um desafio à parte e nenhuma das características que o tornam um profissional tão excepcional deve ser menosprezada.  A bússola, nesse caso, aponta o Norte como:

  1. Como o mercado está muito aquecido em termos de busca de talentos e muitos desses talentos estão amarrados com pacotes robustos e vantajosos de ações e opções, como alternativa aposte também em ótimos “coadjuvantes”, que podem ir além e passar a ter um novo papel, de protagonistas. Em geral, gente boa atrai gente boa; assim, “os braços direitos e esquerdos” dos talentos podem ser ou vir a ser novos talentos, e por isso são excelentes opções.
  2. Crie uma narrativa com áurea de exclusividade e atratividade para o seu desafio, diferenciando-se do padrão geral. Uma oportunidade “exclusiva”, normalmente, atrai talentos.
  3. Ofereça uma proposta com um pacote atrativo do ponto de vista de escopo e financeiro, que permita flexibilidade de ação e negociação, o que aumenta a atração.
  4. Além dos centros e locais já consagrados, trabalhe o pool de talentos de localidades com similaridade cultural, mas com menos oportunidades, como, por exemplo, países com alto nível educacional, porém, com contexto sociopolítico conturbado.
Botão Voltar ao topo