Entrevista

Como o recrutamento inbound está atraindo candidatos na Era digital

Além de preencher vagas, empresas buscam atrair e fidelizar candidatos antes mesmo de ter uma vaga em aberto

A forma como as pessoas procuram empregos e como as empresas buscam candidatos está em transformação. Mais que uma relação de quem busca e quem oferta vaga, quem souber produzir conteúdo de carreira de forma engajar seu público, ou seja, os candidatos, vai conseguir segmentar melhor sua base fechando mais vagas em tempo menor, com maior qualidade e reduzindo a rotatividade. Assim, surge o conceito de recrutamento inbound, que assim como o inbound marketing, busca “criar fãs” através de conteúdo relevante.

Conversamos sobre o assunto com o especialista em gestão de pessoas, Marcelo Braga, CEO da Reachr soluções inovadoras em RH. Confira a entrevista:

Mundo RH – O que é o recrutamento inbound?

Marcelo Braga – Baseado no conceito de atração, a ideia do recrutamento inbound é captar o foco dos candidatos. Todo profissional é um potencial candidato e busca constantemente informações de carreira e vagas. O diferencial é fazer com que os candidatos recebem conteúdos em nome da empresa de forma a apoiar seu desenvolvimento de carreira, sem ainda ter uma “vaga” para ofertar. Ao atrair candidatos por meio de conteúdo é possível construir a confiança deles, conhecer mais sobre os candidatos, deixá-los conhecer mais sobre a sua empresa, e assim ter um processo seletivo maior aderência, além de apoiar na integração dos futuros funcionários.

Mundo RH – Se o recrutamento Inbound é a maneira mais eficaz de atrair candidatos, onde fica o recrutamento tradicional?

Marcelo Braga – Quando implementado junto com um planejamento de Inbound, o recrutamento tradicional atuará em um público menor, porém já interessado na oportunidade, mais alinhado com o perfil e com conhecimentos maiores sobre a empresa contratante. Desta forma, o processo terá mais velocidade. Os resultados podem ainda ser analisados para avaliar as premissas dos públicos alvos e eventualmente fazer ajustes.  Juntos, se tornam uma ferramenta imbatível.

Mundo RH – Quais são as etapas do recrutamento inbound?

Marcelo Braga – Primeiro, é preciso atrair os candidatos através de conteúdo relevante. Sem um conteúdo de atração não é possível ter visitantes, leads (potenciais candidatos) ou leads qualificados (candidatos foco com interesse pela vaga). Leads são aqueles profissionais que demonstraram interesse no conteúdo e estão interessados em entregar alguma forma de contato – e-mail ou telefone e, quem sabe, mais informações sobre sua área de atuação – em troca de informações importantes para a carreira deles.

Uma vez que a empresa atraiu visitantes para a sua página de carreira, é hora de conseguir informações sobre eles e converter esses visitantes em leads. É bom lembrar que ter informação sobre visitantes é algo muito valioso, pois a partir desses dados que será possível direcionar conteúdos específicos, que estejam alinhados aos seus interesses.

Por fim, resumidamente, é hora de converter visitantes em candidatos, mostrando o valor da empresa, a satisfação dos funcionários e a causa da organização. É preciso deixar bem claro para aquele lead porque que a sua empresa tem a melhor oportunidade de carreira para ele através de números, pesquisas de mercado, depoimentos e até mesmo selos de qualidade, como “Melhores Empresas para Trabalhar” e “Great Place to Work”, que embasam essa ideia.

Mundo RH – Assim como acontece com clientes, é possível fidelizar um potencial candidato?

Marcelo Braga – Sim, e a fase da fidelização é especial. Mesmo que um profissional já tenha participado de processos seletivos, as empresas não devem abandoná-lo e perder o contato. Ele pode ser a fonte de indicações, pode ter o perfil para outras vagas ou, no mínimo, vai contribuir para uma boa impressão sobre a marca empregadora. Empresas relevantes continuam se envolvendo, encantando e transformando sua lista de candidatos em fãs e divulgadores da sua empresa. E mais, empresas que cuidam dos seus candidatos acabam fortalecendo a imagem do seu produto junto ao público consumidor.

Mundo RH – O que o mercado pode esperar de recrutamento e seleção no futuro?

Marcelo Braga  – Será cada vez mais comum encontrar profissionais de marketing digital trabalhando em recursos humanos. Boa parte das estratégias necessitam também ferramentas como as utilizadas em marketing digital como a indexação e o bom ranqueamento do conteúdo dentro de sites de busca como o Google. Leva tempo para criar esta notoriedade, por isso é preciso planejar e investir também a médio e longo prazo.

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios