Comportamento

Como ter mais comprometimento com os resultados?

Por mais que a dificuldade no comprometimento de resultados exista, todos nós somos capazes de desenvolver esta habilidade

“Não há maior sinal de loucura do que fazer a mesma coisa repetidamente e esperar a cada vez um resultado diferente”. Esta icônica frase de Albert Einstein, um dos mais renomados cientistas do mundo, sem dúvida, nos faz refletir sobre alguns aspectos e contextos de nossas vidas. Apesar de parecer simples, a obtenção de bons resultados nem sempre é uma tarefa fácil. Isso porque, normalmente, as pessoas não conseguem estabelecer metas, pois adotam um modelo mental de crenças limitantes e de autossabotagem. Dessa forma, ficam angustiadas com o fracasso, já que não conseguem estabelecer metas alcançáveis.

Para uma melhor compreensão do assunto, gostaria de propor um exercício: imagine um indivíduo que possui dores de cabeça constantes e, toda vez que ela se manifesta, toma medicamento para sanar o problema. Entretanto, isso se repete por diversas vezes, fazendo com que seja necessário aumentar a dose do remédio para surtir o mesmo efeito. Mas, será que não seria mais efetivo investigar a causa da dor de cabeça e acabar com ela de uma vez por todas?

Por isso, podemos considerar que o mesmo ocorra durante o processo do seu desenvolvimento. Se você não resolver a causa que o impede de alavancar na carreira, não há treinamento ou coaching que ajude na obtenção de resultados. Mas então, como lidar com isso?

Bem, nesse caso, é importante mergulhar profundamente em seu inconsciente e desfazer o “nó” que se formou. Enquanto não o desfizer, você não sairá do lugar. Também é importante não repetir comportamentos que não o levaram a lugar algum, procurando efetivamente impulsionar o seu progresso. Então, como enfatizou o célebre cientista do início deste texto, não espere resoluções diferentes naquilo que você faz repetidamente da mesma forma.

Por mais que a dificuldade no comprometimento de resultados exista, todos nós somos capazes de desenvolver esta habilidade. Então, seja para esfera pessoal ou profissional, nunca duvide de si mesmo e saiba do seu potencial, sempre mergulhando nas profundezas de sua alma. Vale ressaltar que é justamente esse o processo que os coaches profissionais tentam aplicar em seus métodos de desenvolvimento de competências, em que se trabalha para “refazer” e adotar um novo modelo mental.

Encontrar impedimentos para a realização de nossos objetivos faz parte da trajetória, mas eles não devem ditar o que podemos ou não fazer. O mais importante é compreender a raiz do problema e não utilizar meros paliativos para lidar com a questão. E, lembre-se, nem sempre existe um caminho novo, mas sim um novo jeito de caminhar!

Beatriz Campos é psicóloga da Telavita, clínica de psicoterapia online, e possui mais de 30 anos de experiência nas áreas empresarial, escolar e clínica


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo