Qualidade de vida

Core: por que é tão importante?

É hora de entender de uma vez por todas por que essa palavrinha de 4 letras em inglês precisa ser uma prioridade pra você

Por que o tal do core é tão importante? Segundo a atleta de alta performance, Fernanda Surian, é preciso, primeiro organizar a informação, para quem está chegando agora no esporte e até mesmo pra quem agora optou por um trabalho mais assíduo para se tornar RX, ou um nível a mais dentro do Crossfit. Então, aí vai uma definição básica:

Core, em inglês, é centro. No corpo, ele corresponde a um grupo de 29 pares de músculos internos que formam o complexo da região lombar, pélvica e abdominal e que são responsáveis, basicamente, pela sustentação e pela estabilização dos nossos movimentos. Eles são nosso eixo de gravidade. Consegue imaginar a importância? Fernanda coloca em termos mais práticos, no esporte e na vida:

No Crossfit

No esporte, é tão importante começar um trabalho de dentro para fora, ou seja, partindo do centro para as extremidades, que isso está explicitado na pirâmide do Crossfit: Nutrição – condicionamento físico – ginástico – LPO – Esporte (competição). Ou seja, primeiro você se nutre corretamente, fortalece o corpo e aí começa a fazer exercícios específicos.

Na vida

A boa alimentação e a boa postura, que resulta em uma boa respiração, são as chaves para uma vida mais saudável. Se você se alimenta mal e vive jogado de forma errada em uma cadeira ou sofá, se não fortalece seus músculos que seguram o corpo, certamente terá dores e inclusive sua respiração sairá prejudicada. Imagine, não oxigenar direito suas células? Não tem receio disso? Pois devia.

Segundo a atleta, podemos transferir o que aprendemos no esporte para a vida diária e o ensinamento é o seguinte: “se você não consegue passar a força de suas pernas para seus braços, ou não consegue ativar uma boa saída de peso, que acontece no core, você não consegue levantar muito peso e isso vai prejudicar seu desempenho no box”, lembra ela, que complementa: “e se você não consegue controlar seus movimentos do corpo de forma completa, se não tem uma boa postura enquanto senta, limpa, dirige, trabalha, certamente vai ter algum tipo de dor localizada ou periférica, mas ligada ao quanto você trabalha, ou não, o seu core”.

Para Fernanda, é imprescindível entendermos o quanto ter essa parte do corpo trabalhando de forma correta, nos faz respirar melhor e ter uma vida mais saudável no dia a dia, e o quanto, nos movimentos, previne lesões: “isso porque estamos fazendo os movimentos mais fluidos, inteiros, com a técnica mais aguçada. Essencial para quem quer se tornar um esportista e garantir boas métricas, sem prejudicar o próprio corpo”.

Trabalhar o fortalecimento do core é algo que você tem que fazer de forma urgente, questão de saúde, antes mesmo de performance. “Mas, claro, é na performance, tanto do seu organismo quanto da sua trajetória dentro do esporte, é que vai te mostrar como está sendo frutífero se dedicar mais para o seu próprio centro”, finaliza a atleta.

 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar