Opinião

Credibilidade da imagem pessoal

O objetivo da vestimenta profissional é sempre passar credibilidade

Poucas mensagens chegam de forma tão rápida quanto na comunicação não verbal. O discurso só tem poder quando confirmado visualmente através do comportamento e aparência. Grande parte das mulheres (e homens) que hoje encontram alguma dificuldade na escolha de roupas e acessórios, a atribui à necessidade de conseguir transmitir, principalmente no ambiente profissional, atributos relacionados à competência e credibilidade. Profissionais capacitadas e preparadas perdem oportunidades de melhores cargos dentro da empresa – ou no caso de uma profissional liberal, deixam de fechar um bom cliente – porque muitas vezes as escolhas referentes ao estilo seguem apenas os critérios de conforto e uma falsa “autenticidade”, e a real essência acaba se perdendo nos ruídos da comunicação.

Hoje, com modelagens contemporâneas e elementos de impacto, é possível conseguir transmitir de maneira mais assertiva a ideia de credibilidade. Modelos estruturados de peças, que remetam à alfaiataria e universo visual masculino, têm o poder de imprimir força e estabilidade à imagem feminina. Blazers, camisas e calças em tecidos planos, poucos detalhes e babados, peças lisas sem estampas, são ótimas opções para trazer estrutura, sem perder a feminilidade, que pode vir através de cintura marcada, decotes discretos, acessórios delicados, etc.
Essa percepção não é abstrata, mas foi objeto de estudo de campo, em um trabalho de especialização em comunicação e semiótica pela consultora de imagem Renata Falcão, que mostrou que a maioria das pessoas entendem como mais confiável a pessoa cuja silhueta é retangular, alongada e com ombros estruturados, quando comparada à silhueta delicada e romântica.

Então só um terninho masculino quadrado pode comunicar isso?

Não. No entanto, é importante entender que a vestimenta masculina, desde os primitivos esteve ligada à ideia de força, virilidade, à guerra, à necessidade de subsistência, e hoje direcionada ao trabalho e estabilidade. Na imagem feminina, por meio do traje, sempre se mostrou a sensualidade (da Antiga Greta à Belle Epóque com os sufocantes espartilhos), velando e revelando o corpo e suas formas, com o fundamento de atrair o olhar masculino com sensibilidade e acolhimento. Nos dias atuais, impulsionadas pela entrada da mulher no mercado de trabalho durante as Grandes Guerras e incorporação de trajes sóbrios e retos, tais referências estão diretamente relacionadas à ideia de credibilidade comunicadas através das linhas e formas que repitam a silhueta presente no corpo masculino.
Por isso, ainda que seu trabalho não exija grande formalidade (como um ambiente jurídico, por exemplo), procure, sempre que desejar comunicar maior credibilidade em sua imagem, escolher pelo menos um item que traga essa percepção visual mais estruturada, sempre mantendo nos detalhes características de sua personalidade. Nunca subestime o poder de um blazer – ainda que combinado com tênis e calça jeans – no momento de demonstrar certa força e profissionalismo. Lembre-se disso!


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar