Gestão em TI

Cubo Itaú promove contratação de mais de 100 desenvolvedores

Cubo For Devs reuniu 270 candidatos concorrendo a vagas em grandes empresas do país

Mais de 100 desenvolvedores foram contratados na primeira etapa do Cubo For Devs, evento para seleção de desenvolvedores criado pelo Cubo Itaú e realizado nesta terça-feira (28) em São Paulo. Maior hub de empreendedorismo da América Latina, o Cubo criou o programa em parceria com a Gama Academy. O objetivo é aproximar a comunidade de desenvolvedores a vagas em startups e corporações, além de ajudar na formação de novos profissionais, contribuindo para troca e aprimoramento de experiências entre talentos do setor.

A primeira etapa do processo, intitulada #TechTalents, teve 948 inscritos e 270 desenvolvedores presentes. Os candidatos, com os mais variados perfis e vindos de diferentes cidades e estados do país, concorreram a vagas com salários entre R$ 4 mil a R$ 13 mil.

“Participaram do evento mais de 100 recrutadores que em menos de 5 horas fizeram diversas contratações. E ainda assim temos mais de 300 vagas abertas em empresas como Dasa, Itaú, Cogna, VLI, brMalls, entre outras”, explica Pedro Prates, co-head do Cubo. “Apenas o Itaú Unibanco teve mais de 100 candidatos pré-aprovados para a área de Tecnologia e Operações, e já está trabalhando para efetivar todas as contratações. Foi uma experiência muito positiva e de suma importância para encontrarmos profissionais qualificados e conectá-los com as grandes empresas”.

O programa surgiu para aplacar a forte demanda por profissionais da área de desenvolvimento no mercado.  Segundo Guilherme Junqueira, CEO da Gama Academy, o processo seletivo foi desenvolvido em formato inovador, onde a seleção aconteceu como um speed dating, na qual cada entrevista era realizada em até 13 minutos.

“Acreditamos no modelo de education recruiting, que além de otimizar o tempo dos candidatos e das empresas, também educa durante o processo com conteúdos técnicos e comportamentais, interações e atividades em grupos para os candidatos, não somente testando os participantes”, conta Junqueira.

Pedro Prates acrescenta que todo esse movimento prova a necessidade de fortalecimento do setor. “Estamos passando por uma transformação digital, e estima-se que daqui a 10 anos esse movimento irá impactar 30 milhões de pessoas no mundo, mudando as relações de trabalho. No entanto, a mão de obra especializada ainda é muito escassa. Por isso precisamos preparar esses profissionais.”

Ao longo de 2020 o Cubo for Devs terá outras etapas, incluindo troca de conhecimento e formação de profissionais, treinamento e mais eventos de recrutamento de candidatos.


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar