Diversidade

Cummins é o melhor local para funcionários LGBTQ trabalhar

A empresa obteve uma pontuação máxima, de 100%, no Índice de Igualdade Corporativa (CEI) 2020 da Human Rights Campaign Foundation

A Cummins celebra o recebimento de uma pontuação perfeita, de 100%, no Índice de Igualdade Corporativa há quinze anos consecutivos (desde 2005). A Human Rights Campaign é a maior organização de direitos civis dos EUA para funcionários LGBTQ. Com isso, a Cummins se une às mais de 680 grandes empresas americanas que também receberam as melhores notas nesta edição.

A pontuação máxima obtida pela Cummins qualificou a companhia para a nova designação da campanha como ‘Melhor lugar para trabalhar pela igualdade LGBTQ’. De acordo com Kelley Creveling, diretora executiva de Diversidade Global e Ambiente Correto da Cummins, “estamos orgulhosos de nossas conquistas, pois trabalhamos todos os dias para criar um ambiente de trabalho diversificado e inclusivo para todos os nossos funcionários”.

A campanha diz que os resultados da CEI deste ano mostram como as empresas com sede nos EUA não só estão apenas promovendo políticas de locais de trabalho compatíveis com LGBTQ nos Estados Unidos, mas também ajudando a promover a causa da inclusão de LGBTQ em locais de trabalho no exterior.

Para o presidente da HRC, Alphonso David, “o impacto do Índice de Igualdade Corporativa da Campanha de Direitos Humanos nos seus 18 anos de história é profundo. Nesse momento, a comunidade corporativa trabalhou conosco para adotar políticas, práticas e benefícios inclusivos para LGBTQ, estabelecendo-se como principal força motriz para a inclusão de locais de trabalho LGBTQ na América e em todo o mundo. Essas empresas sabem que proteger seus funcionários e clientes LGBTQ da discriminação não é apenas a coisa certa a fazer – é também a melhor decisão para os negócios”.

Forbes – A Cummins também foi novamente reconhecida pela Forbes como uma das ‘Melhores Empregadoras da América para a Diversidade em 2020’. Nesta premiação são escolhidos, com base em uma pesquisa independente, uma amostra representativa de 60 mil funcionários que trabalham para empresas que empregam pelo menos 1 mil pessoas em suas operações nos EUA. Os entrevistados são questionados sobre os tópicos de idade, igualdade de gênero, etnia, deficiência, LGBTQA + e diversidade geral sobre o próprio empregador.


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar