Diretora de TI da GSK destaca o atual papel da mulher nas empresas

Executiva fala de suas vivências internacionais e o seu envolvimento com ações sociais em prol da mulher

Vânia Neves, diretora de TI da farmacêutica GSK e integrante do grupo Mulheres do Brasil, formado por profissionais de vários segmentos que buscam discutir e propor ações com foco em educação, empreendedorismo, cota para mulheres e projetos sociais. De origem humilde, a executiva possuiu importantes marcos em sua carreira, como a liderança de times multiculturais e participação de projetos com conexão com a NASA.

Confira a entrevista:

Mundo RH – Quais foram os principais desafios da sua trajetória profissional?

Vânia Neves – Meu primeiro emprego foi no setor público, logo o meu primeiro desafio profissional foi deixar a segurança do setor público para me arriscar no mercado privado, mas o sonho de trabalhar com tecnologia era maior que qualquer temor. A partir daí, o desafio constante e similar a qualquer outro profissional de tecnologia é o de me manter atualizada. Por isto, estou sempre inquieta, buscando aprender mais.

Mundo RH – Em algum momento no desenvolvimento da sua carreira, especialmente em uma área predominantemente masculina, a condição de ser mulher foi um obstáculo?

Vânia Neves – Eu não diria obstáculo, mas já houve momentos em que, de forma “velada”, notei posturas não receptivas. Porém, nunca perdi o meu foco em fazer o meu trabalho com o profissionalismo que acredito.

Mundo RH – Conte um pouco sobre as vivências internacionais que você teve, como a da NASA?

Vânia Neves – Em empresas anteriores, tive a oportunidade de trabalhar em projetos nos EUA e lidar com chefes e equipes de diferentes culturas. Algumas certificações e a participação ativa na comunidade de gerenciamentos de projetos, me levaram a uma conexão com a NASA, gerando ações interessantes como um artigo, palestra e até um curso no Kennedy Space Center. Aqui na GSK, tive posições regionais e liderei projetos com times multiculturais. Nas minhas férias do ano passado, apresentei em um congresso em Viena, um novo artigo, fruto da minha dissertação de mestrado. Na mesma viagem realizei o sonho de visitar o Hub de Inovação da Singularity University, referência no tema. Todas essas vivências eram “inimagináveis” para uma menina com o meu histórico familiar mas que espera realizar outros grandes sonhos em 2018.

Mundo RH – Conciliar a maternidade com a vida profissional é sempre um dilema para as mulheres, como foi para você essa experiência?

Vânia Neves – Sim, não sou diferente da maioria das mulheres. Sempre tive o suporte fundamental do meu marido e dos meus pais, que me ajudaram a cuidar do meu filho e me cobriram nas ausências por viagens ou estudo. Atualmente, meu filho está crescido, mas temos agora uma “bebê” de 80 anos, a quem dedicamos cuidados, também em família.

Mundo RH – O que representou para você receber o convite para integrar o Grupo Mulheres do Brasil?

Vânia Neves – Atualmente participo do projeto social CIO Fraterno, que apoia uma entidade que acolhe crianças fora de horário escolar. O Mulheres do Brasil tem causas similares, com as quais me identifiquei. Logo, foi uma oportunidade de ajudar a impactar positivamente outras pessoas. É um grupo apartidário que reúne mulheres de diversos segmentos que têm uma agenda propositiva de ações que impactem a sociedade na construção de um país melhor. A proposta inicial do grupo Mulheres do Brasil RJ é trabalhar em ações como: empreendedorismo, igualdade racial, educação e cultura.

Mundo RH – Como você vê o papel da mulher nos dias de hoje?

 Vânia Neves  – A mulher está cada vez mais ativa na sociedade, com mais autonomia, não só dentro das famílias, mas também nas empresas. Porém, a mulher ainda busca igualdade em todos os aspectos, a despeito do seu gênero, raça, religião ou qualquer outro aspecto de diversidade.

Mundo RH – Que principal mensagem você passaria para as jovens que estão iniciando suas carreiras profissionais?

 Vânia Neves –  Sonhe, se prepare e realize!

 

Apoio: Virta Comunicação Corporativa