Diversidade

Diversidade no ambiente de trabalho é importante para 92% dos brasileiros

• Dois terços dos entrevistados (67%) acreditam que as empresas podem fazer mais para estimular D&I

Sentimento de pertencimento, maior engajamento e lealdade ao empregador. Essas são características comuns a funcionários de empresas cujo ambiente de trabalho é mais diverso. As conclusões são do estudo “Diversity & Inclusion in the Global Workplace (Diversidade & Inclusão no Ambiente de Trabalho Global, em português)”, conduzido pela Lenovo e pela Intel para entender percepções, desejos e necessidades de funcionários de todas as gerações sobre Diversidade e Inclusão no ambiente de trabalho e a importância colaborativa da tecnologia.

Com uma força de trabalho dividida entre gerações que vão dos Baby Boomers à Geração Z, a demanda por diversidade é cada vez maior no ambiente de trabalho e na sociedade de maneira geral, de modo que 92% dos trabalhadores brasileiros entrevistados dizem que diversidade e inclusão são características importantes nas empresas, bem como em instituições de ensino (93%) e governo/setor público (91%). Além disso, 88% dos entrevistados dizem que levam em conta políticas de diversidade e inclusão das empresas quando procuram por emprego.

Alinhados com a expectativa dos funcionários, os departamentos pessoais das companhias também têm se preocupado em criar um ambiente mais diverso e inclusivo; sete em cada dez entrevistados (71%) avaliam que as empresas têm melhorado as políticas de Diversidade e Inclusão quando comparadas com um período de 5-10 anos. Na contra mão, 20% acredita que tudo está da mesma forma e somente 8% dizem que essa preocupação piorou. Ao lado da China, o Brasil é, globalmente, o país onde os empregados mais têm visto mudanças acontecerem, superando nações como Alemanha, Estados Unidos e Reino Unido.

Apesar de as empresas estarem se preocupando mais com D&I, os funcionários avaliam que há espaço para mais proatividade por parte de seus empregadores: dois terços dos entrevistados no Brasil (67%) acreditam que as empresas poderiam fazer mais pela diversidade, contra 26% que dizem que as companhias têm feito o suficiente e 7% que acham que deveriam fazer menos. De acordo com o estudo, políticas de D&I estão entre as principais medidas pelas quais as empresas devem se preocupar em relação aos seus funcionários, ao lado de programas de requalificação, mentoria, horário flexível e auxílio no transporte ao trabalho.

“Assim como em toda a sociedade, diversidade e inclusão no ambiente trabalho são uma demanda. A nova força de trabalho está acostumada com esse debate desde cedo e se preocupa com ambientes inclusivos. As pessoas querem que os seres humanos sejam o centro das organizações e o estímulo a D&I não pode ficar no discurso. É necessário que as empresas tomem ações reais para que a diversidade esteja, de fato, presente no dia a dia”, avalia Andrea Barral, Diretora de RH da Lenovo.

D&I no ambiente de trabalho

Entre as ações concretas para facilitar a diversidade 84% dos empregados brasileiros dizem ser importante contar com um mentor ou outra pessoa que tenha uma realidade semelhante, mas somente 48% contam com essa pessoa em seu ambiente de trabalho.

Seis em cada dez (63%) afirmam conhecer algum grupo ou programa que incentive a diversidade em suas empresas, de modo que as iniciativas mais populares são voltadas a mulheres, PCD (Pessoas com Deficiência) e etnias/minorias raciais, respectivamente. Dentre os que estão cientes da existência dos programas, 93% afirmam poder contar com o apoio desses grupos.

De acordo com o estudo, os funcionários entrevistados destacam, ainda, a importância da diversidade nos cargos de chefia, à medida que a afirmam ser importante ou muito importante ver, respectivamente, mulheres, PCD e minorias étnicas/raciais como líderes no ambiente de trabalho. Embora exista esse desejo que expressa a importância de diversidade em cargos mais elevados, os entrevistados brasileiros relatam que, hoje, quanto maior o nível hierárquico, menor é a diversidade observada.

“Programas de mentoria são aliados importantes para que diversidade e inclusão sejam aplicadas na rotina de uma empresa. Funcionárias e funcionários podem trocar experiências e discutir desafios no ambiente corporativo, o que faz com que se sintam mais acolhidos. Ao lado de ações de comunicação interna, os programas são uma oportunidade de compartilhar conhecimentos e experiências gerando empatia e estimulando, assim, um ambiente livre de discriminação, assédio e discurso de ódio”, avalia Barral.

A tecnologia como aliada ao processo de D&I

Se a meta é um ambiente de trabalho cada vez mais incluso e diverso, a tecnologia é uma importante aliada para alcançar esse objetivo.  Oito em cada dez entrevistados brasileiros (85%) acreditam que a tecnologia desempenha um papel importante em preservar um ambiente de trabalho mais diverso e 82% estão confiantes que Inteligência Artificial pode ajudar nesse processo, porcentagem consideravelmente maior do que países como Alemanha (51%), Estados Unidos (54%) e Reino Unido (51%).

O estudo indica ainda que 78% dos respondentes concordam que equipes com maior diversidade de pessoas por etnia, gênero, idade, orientação sexual e portadoras de deficiência podem criar melhores dispositivos tecnológicos. Metade (51%) dos entrevistados brasileiros acreditam que os dispositivos criados por equipes diversas tendem a ser mais inclusivos e 50% acreditam em equipamentos mais inovadores.

“Diversidade e inclusão no ambiente de trabalho fazem ainda mais sentido quando falamos de empresas de tecnologia. Como seria possível desenvolver dispositivos tecnológicos inovadores, que resolvam os problemas das pessoas, sem ideias diferentes? Cada pessoa traz consigo uma bagagem particular e a diversidade é justamente o que possibilita a inovação”, completa Andrea Barral.

Impactos positivos de Diversidade e Inclusão no trabalho

Os benefícios de um ambiente de trabalho diverso e inclusivo vão além do compromisso social das empresas, à medida que 87% dos entrevistados brasileiros acreditam que D&I têm impacto positivo na personalidade de cada um, trazendo diversos benefícios para empresas e funcionários. Entre os maiores benefícios citados estão: maior engajamento e satisfação, maior senso de pertencimento, mais segurança, maior chance de ficar na mesma empresa por mais tempo e estímulo à criatividade.

Para garantir que os benefícios de D&I atinjam o maior número de funcionários, os entrevistados elegeram mesmo pagamento para empregados de funções e experiências semelhantes (93%), treinamento de diversidade e vieses para todos os funcionários, incluindo cargos de chefia (93%) e processo de seleção no recrutamento e promoção baseado no mérito (87%) como principais elementos.

A pesquisa Diversity & Inclusion in the Global Workplace, promovida pela Lenovo e Intel, foi realizada por meio de questionário on-line, entre os dias 19 de dezembro de 2019 e 7 de janeiro de 2020, com 5,096 funcionários de empresas de todos os tamanhos de cinco países: Alemanha, Brasil, China, Estados Unidos e Reino Unido. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%. Clique aqui para o relatório completo.

 

 


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo