Empoderamento feminino nas empresas

O mundo corporativo deve entrar nesta conversa e fazer parte deste movimento

Criado em 2012, o Bemis Women’s Network (BWN), é uma iniciativa global que permite criar um ambiente adequado para discutirmos o empoderamento feminino, questão que tem estado cada vez mais em voga na sociedade. Aqui, na América Latina, tenho a honra de apoiar diretamente o grupo de mulheres que sugere e organiza ações dentro dos pilares de conexões, desenvolvimento profissional e serviços comunitários.

O BWN realiza reuniões trimestrais destinadas a inspirar e criar oportunidades para que as nossas funcionárias se relacionarem profissionalmente e interajam entre si. Destas reuniões surgiram iniciativas como: Corrida de Rua, Clube de Leitura, On boarding, Violência Doméstica, Provocações, Eventos e Organização.

E, na minha função de mera coordenadora da iniciativa global, , procuro deixar claro que meu papel e o da Bemis é apenas apoiar o engajamento, mas que depende exclusivamente delas, nossas funcionárias, o protagonismo dessa história que estamos escrevendo.

Os resultados são dignos de muita comemoração. Este ano, na campanha do Outubro Rosa, realizamos uma série de ações de conscientização em relação ao câncer de mama e a causa realmente revelou o melhor de nós. Digo isso porque, começamos a campanha com uma palestra da Medical, Health & Wellness Coach – ACC/ICF e autora do livro Minha Vida Comigo – O câncer foi minha cura, Vânia Castanheira, que dividiu conosco sua própria luta ao enfrentar a doença. Esse encontro emocionante foi realizado na fábrica de Mauá e, transmitido, posteriormente, para todas as unidades do Brasil.

O depoimento de Castanheira conseguiu, de fato, inspirar e engajar muitas de nossas funcionárias que, para ajudar outras mulheres, abriram mão da vaidade doando seus cabelos. A iniciativa de doação de cabelos – destinados a ONG Amor em Mechas para confecção de perucas para mulheres carentes -, que tinha a expectativa de atingir 50 contribuições no total, ultrapassou esse número no primeiro dia de arrecadação e ao final mobilizou mais de uma centena de funcionárias.

Outro evento que aconteceu este ano e que vale destaque foi a 1ª Corrida BWN, que reuniu, no mesmo dia, mais de 200 funcionárias de todas as unidades no Brasil, que participaram de corridas e caminhadas em parques nas cidades onde temos unidade.

Em resumo, os eventos trimestrais realizados em 2018 tiveram a participação média de 200 mulheres, de todas as unidades, que se conectaram via Skype, para discutir os mais diversos assuntos da causa feminina.

É espetacular ver o crescimento do interesse das nossas funcionárias na participação ativa das iniciativas, e, percebemos, também, seu cuidado maior com o gerenciamento de tempo, já que elas atuam nas iniciativas do BWN, sem deixar de seguir com as atividades dos seus dia-a-dia. É também notório o aumento do senso de corresponsabilidade e o desenvolvimento das competências de liderança entre nossas funcionárias que lideram as iniciativas.

Estamos promovendo um círculo virtuoso, pois, para mim, tudo isso fez aguçar um sentimento de realização e uma vontade de fazer ainda mais. Já estou cheia de ideias para 2019 e conto os dias para as próximas reuniões do BWN na expectativa de novas iniciativas que serão propostas. E você? O que pretende fazer para empoderar uma mulher no ano que vem?

Por Vanessa Boer – diretora jurídica e compliance da Bemis Latin America e líder regional do Bemis Women’s Network