Boas práticas

Empresa amplia período de licença maternidade e paternidade

A iniciativa integra as práticas de diversidade de gênero e de inclusão para que mulheres e homens desenvolvam suas carreiras de forma harmoniosa

O nascimento de um filho é um dos momentos mais especiais na vida da mulher e de um homem. E muitas empresas têm investido cada vez mais para promover um ambiente que permita às colaboradoras e colaboradores conciliarem os cuidados com os bebês e a carreira. A Marsh, alinhada com estas tendências mundiais voltadas para o equilíbrio dos múltiplos papéis da mulher na sociedade, estendeu de 04 para 06 meses o período da licença de maternidade. Com isso, as profissionais da companhia terão mais tempo para se dedicarem aos seus bebês recém-nascidos, nessa importante fase de cuidados com a criança.

Com a extensão de seis meses, a empresa também faz parte do distinto grupo de empresas com iniciativas para promover um ambiente favorável à carreira das mulheres e cuidados com  recém-nascidos e pequenos. O alongamento do período de licença maternidade é um benefício importante para o desenvolvimento e formação dos bebês. “A iniciativa integra as práticas de diversidade de gênero e de inclusão da companhia para que as mulheres desenvolvam suas carreiras de forma harmoniosa com a maternidade, proporcionando maior equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal”, explica Valma Prioli, diretora de recursos humanos da Marsh Brasil.

Essa é uma importante iniciativa para as colaboras e para a companhia, pois 57% do capital humano da Marsh é formado por mulheres. “As empresas perdem muitos talentos porque muitas mulheres acabam decidindo deixar a carreira para ter mais tempo com o bebê. Para não abrir mão dos futuros talentos e das nossas executivas, criamos condições que se adaptam aos inúmeros papéis da mulher fora do trabalho”, diz a diretora de RH.

Paternidade Estendida

A licença paternidade é outra iniciativa implantada pela Marsh e que permitirá aos colaboradores ficarem mais tempo com os recém-nascidos.  A licença terá a adição de 30 dias ao que já é previsto em Lei. “São ações de equidade de gênero que reafirmam o compromisso da organização em proporcionar um ambiente mais igual e equilibrado”, afirma a diretora de RH da companhia.

Outras ações foram lançadas com este objetivo. Entre elas o horário flexível, o Short Friday e a Sala de Apoio à Mamãe – espaço voltado para as colaboradoras poderem retirar o leite materno, amarzená-lo em um freezer para posteriormente ser levado para a casa no fim do expediente, em bolsas térmicas oferecidas pela companhia.

O objetivo do espaço é acolher com conforto, privacidade e segurança as recém-mamães para que elas possam cuidar do leite materno e armazená-lo de maneira correta e segura.

A flexibildiade de horário proporcionaum maior equilibrio entre o trabalho e a vida pessoal dos colabradores.  No último dia útil da semana, todos saem mais cedo após compensação durante a semana (Short Friday). É possível também ter um horário flexível (Programa Viva Mais) de entrada e saída na companhia, que proporcionam mais mobilidade às profissionais.

“A flexibilidade no trabalho é uma tendência mundial e por essa razão investiremos mais ainda nessas ações para que Marsh seja inclusiva e o melhor lugar para se trabalhar”, diz Valma Prioli, diretora de recursos humanos da Marsh Brasil.

Texto e Foto: Carvalho Assessoria

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar