Boas práticas

Empresa de tecnologia reduz estações físicas de trabalho e aposta em rotina flexível para bem-estar do time

Grupo FCamara muda configuração de seu escritório, cria mais espaços de convívio, descompressão e rotina flexível organizada por sistema inteligente

Já é sabido que a pandemia acelerou a chegada do home office, mudando o modelo de trabalho. No entanto, se por um lado algumas pessoas ficaram próximas de seus familiares e até mais produtivas, por outro, houve o desafio de equilibrar o espaço de trabalho com o privado e muito se falou sobre saúde mental e convívio social.

O Grupo FCamara – consultoria de soluções e transformação digital tem feito diferente: organiza a ida ao escritório físico por um sistema, onde é possível agendar e localizar em tempo real quais times estão nos escritórios (São Paulo e Santos), que estão com lotação máxima de 50 colaboradores; no “antigo normal” o número total era de aproximadamente 600. Desde a reabertura do escritório, seguindo todos os protocolos de segurança e com corredores em sentido único para evitar aglomerações, placas divisórias, máscaras e álcool em gel espalhado, cerca de 15% do time da FCamara compareceu ao local por opção. 

De acordo com uma pesquisa realizada com o time, no mês de julho, 76% das pessoas não se sentiam à vontade para voltar ao escritório. Hoje, o número caiu para 68%. “Mais do que nunca, precisaremos estar próximos, criando e fortalecendo vínculos, aproveitando o que a proximidade com o outro tem a nos oferecer. Ao mesmo tempo, estamos nos tornando cada vez mais flexíveis, onde a  qualidade de vida e a saúde estão em primeiro lugar”, explica Fabio Camara, CEO do Grupo. 

Para os que seguem trabalhando em casa, a empresa continua dando todo o suporte necessário. As iniciativas vão em linha com o culture code da FCamara, que acredita que o que faz a diferença em uma empresa é o seu capital intelectual, por isso tem como prioridade as pessoas. 

“Voltamos o nosso olhar ao time, criando ações que fariam bem para o coletivo, tomando a decisão de mudar a configuração dos escritórios. Ninguém é obrigado a ir, mas saber que eles podem contar com a empresa preparada para recebê-los tem sido fundamental, inclusive quando falamos de produtividade. Queremos deixar os espaços mais convidativos à convivência, incentivando o relacionamento interpessoal. Esse convívio social é fundamental para o ser humano”, finaliza Fabio. 

O Grupo está mudando a configuração de seus escritórios com mais espaços de convívio e descompressão enquanto reduz as estações físicas de trabalho. O novo modelo, que ficará pronto em março, contará com espaços como arquibancada aberta, auditório, pub e booths, por exemplo. 

Além disso, nas estações de trabalho, que estão sendo reduzidas, não haverá mais lugares fixos: os espaços serão livres e preparados conforme as regras de segurança e higiene da Organização Mundial de Saúde (OMS). 

 

Leia também:

Budget para 2021: tecnologia entre as prioridades

A aceleração digital não só impactou as formas de trabalho, como também alterou o planejamento anual das empresas, sobretudo a divisão do seu orçamento. Saiba mais: http://bit.ly/3aYlARG

 

Isabel Azevedo é destaque no prêmio RHs e CEOs Mais Admirados

Vice-presidente da MDS Brasil integrou a equipe no início do ano e atua diretamente na capacitação de líderes e colaboradores para aumentar o desempenho dos negócios. Leia mais: http://bit.ly/386ZnPt

 

Impactos da Transformação Digital e a Cultura Lean no modelo organizacional do futuro

O propósito da união entre transformação digital e cultura lean é justamente a entrega de valor e melhoria contínua. Leia o artigo: http://bit.ly/3b2XPrM

 

2021: Tendências tecnológicas que devem impactar o mundo

A necessidade de adaptações fez as empresas mudarem de postura em relação aos investimentos em tecnologia. Acompanhe a matéria: http://bit.ly/2X0f8Bz

 


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo