Opinião

A empresa é a única responsável pela saúde do trabalhador?

As empresas devem estar atentas para uma série de itens que garantam condições salubres de trabalho

Essa pergunta causa polêmica e até certa estranheza. É bastante comum que os funcionários pensem que as empresas têm quase que total responsabilidade pela manutenção de sua saúde e bem-estar. As empresas, por sua vez, entendem que têm, sim, uma parcela de responsabilidade, mas questionam até que ponto?

A B2Saúde, consultoria especializada no gerenciamento e relacionamento das empresas com os planos de saúde, realizou um levantamento com colaboradores de seus principais clientes e constatou que, para 45,45% deles, o principal responsável pela manutenção da saúde do colaborador é o RH da empresa. Ou seja, eles esperam que a empresa tenha um papel de destaque quando se trata da manutenção de sua saúde como um todo.

De fato, as empresas devem estar atentas para uma série de itens que garantam, por exemplo, condições salubres de trabalho, ações de promoção da saúde, segurança do trabalho, bem-estar e qualidade de vida. Além, é claro, da oferta de um benefício saúde que seja adequado ao perfil de sua população interna. Porém, cabe ao colaborador uma parcela de extrema importância: trabalhar para que os recursos oferecidos pela companhia sejam utilizados e aproveitados da forma correta.

E o uso responsável do benefício de saúde é um ponto fundamental. Atualmente, existem algumas práticas que colocam em risco a oferta desse benefício de forma sustentável, são eles os “vilões do custo médico”: mau uso do plano, exames desnecessários e duplicados, fraude, não retirada de exames – até 50% dos exames não são bem aproveitados ou até mesmo são esquecidos nos laboratórios.

Ou seja, para que essa equação fique equilibrada, cada um – empresa e trabalhador –  deve fazer a sua parte. A consultoria alerta que é primordial a empresa incluir ações de prevenção e incentivo à qualidade de vida e bem-estar e, principalmente, realizar uma gestão eficaz de toda a cadeia do benefício saúde.

Por outro lado, precisamos assumir a nossa responsabilidade como indivíduos em todo esse processo, aderindo às ações de promoção à saúde, fazendo nossos exames preventivos e utilizando o benefício oferecido pela empresa de forma inteligente e sustentável.

Dessa forma, trabalhando juntos, seremos mais assertivos e saudáveis!

Por Francisco Vignoli, Médico e Sócio Diretor da B2Saúde Consultoria

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios