Negócios

Fintech social nasce para reduzir as contas dos brasileiros

A fintech social Parcela Mais Baixa chega ao mercado e nasce com o propósito de ajudar brasileiros a reduzirem seus valores de gastos mensais em serviços como: internet, telefonia, empréstimos e financiamentos. Hoje a maior causa do gasto excessivo dos brasileiros se dá por falta de conhecimento sobre as ofertas de mercado, baixo entendimento sobre propostas de concorrentes e o tempo excessivo gasto com telemarketings para qualquer alteração de plano e cancelamento de contrato. Pensando nisso, a plataforma irá solucionar esses problemas com uma mensagem de whatsapp ou e-mail.

O processo é simples, direto e gratuito para o consumidor. Primeiramente é preciso inserir na plataforma os valores das mensalidades e contas que deseja alterar. Depois, é necessário informar somente o nome e um número de whatsapp ou e-mail. Com isso, fornecedores parceiros irão analisar novos valores mensais e as propostas serão enviadas diretamente pelos corretores e consultores, sem intermediários.

Dentre as contas possíveis de redução, estão as de pacotes de internet, tanto para celular quanto banda larga, TV por assinatura e telefone fixo. Também de planos de saúde, odontológicos e para pets. Até financiamentos, empréstimos e taxas de bancos. Além de seguros de casa, carro e vida.

“Ao longo de 15 anos atuando em multinacionais na área de vendas e serviços, sempre que não conseguíamos repassar os custos anuais aos clientes, chamávamos os fornecedores individualmente e renegociávamos os valores de todos os contratos de forma saudável. Quando me vi desempregado, iniciei essa nova fase de vida pelo mesmo caminho, ligando para todas as empresas e fornecedores em busca de contas e parcelas mais baixas.

Porém, foram muitas pesquisas na internet – nenhum banco falava em portabilidade de financiamento ou crédito pessoal – ligações sendo redirecionadas de um departamento para o outro, ligações que ‘caiam’, anotação de vários protocolos, enfim uma luta, mas consegui me readequar. Diante de tal dificuldade, pensei em uma forma de ajudar as pessoas que estão insatisfeitas com o que pagam em suas parcelas e contas”, explica Marcelo Bertolini, idealizador da fintech.

Em conjunto com Roberto Calderon, os empresários decidiram investir no projeto, criando uma plataforma para que as pessoas coloquem suas parcelas e contas e os fornecedores entrem em contato já sabendo que tem que oferecer algo mais barato.

“Nosso objetivo é ajudar tanto os consumidores, quanto os fornecedores de serviços e produtos a se encontrarem em uma única plataforma tecnológica. Nossa ideia é sermos o “Tinder’ das parcelas” completa Roberto Calderon.


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar