BenefíciosSaúdeSoluções para RH

Grupo Leforte oferece ambulatório virtual para colaboradores

Serviço foi criado para atender 3500 funcionários, incluindo 500 que estão em home office

A pandemia do novo coronavírus está obrigando trabalhadores a se adaptarem rapidamente a uma nova realidade. Nesse contexto, a tecnologia que permitiu a rápida implantação do home office pelas empresas está sendo utilizada para fazer o acompanhamento a distância da saúde dos funcionários.

Um exemplo é o Grupo Leforte – que possui três unidades hospitalares nos bairros da Liberdade e do Morumbi, além de Santo André. A instituição criou um “ambulatório virtual”, pelo qual faz a assistência de 3.500 colaboradores, incluindo 500 da área administrativa que deverão trabalhar de suas casas até o final deste ano.

“O objetivo é fazer o cuidado integral da saúde de nossos colaboradores durante o isolamento e evitar deslocamentos, em respeito às medidas instituídas pelas autoridades. O atendimento é feito por um médico de saúde da família, por meio de consultas de telemedicina”, diz Maurício Andreatti, superintendente de Gente e Gestão do Grupo Leforte.

Durante a consulta, o médico dá orientações para casos de baixa complexidade, medicina preventiva e linhas de cuidado para pacientes com doenças crônicas, como hipertensão e diabetes. Se necessário, há o encaminhamento para outros especialistas, eventualmente de maneira presencial.

O “ambulatório virtual” também conta com um serviço de psicologia para atender os funcionários. “São cerca de 40 horas de atendimentos online por semana. Sempre acompanhamos a questão da saúde mental de nossos colaboradores e a pandemia intensificou esse tipo de atenção”, explica Andreatti.

Serviço atende outras empresas

O mesmo serviço vem sendo oferecido pelo Grupo Leforte a algumas empresas. As consultas médicas por videoconferência estão disponíveis para o atendimento corporativo por meio do programa “Saúde nas Empresas”. Com isso, funcionários de companhias parceiras, além de seus dependentes, tem acesso ao atendimento remoto realizado por médicos da família, além de especialistas em ortopedia e oftalmologia.

Além disso, também é possível atender pacientes com suspeita de Covid-19. “Os profissionais indicam aos pacientes a necessidade de se procurar atendimento em pronto-socorro, caso os sintomas sejam mais severos, e quais os cuidados básicos para evitar a disseminação do novo coronavírus”


Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar