Gestão

Integração de colaboradores: 5 dicas para engajar novos funcionários imediatamente

Por Bruno Soares, CEO da Feedz

A integração de colaboradores faz parte da rotina de uma empresa e é fundamental para a percepção do novo funcionário. Assim que um processo seletivo é concluído, o RH precisa olhar para uma etapa fundamental da gestão de talentos: a integração de colaboradores. Costumamos dizer que esse momento é tão importante quanto o recrutamento e seleção.

Afinal, de nada adianta concentrar esforços em encontrar o talento ideal, mas se esquecer de oferecer as condições necessárias para que ele tenha uma experiência incrível desde o primeiro dia na empresa.

Sabendo disso, resolvemos listar algumas estratégias fundamentais para quem deseja engajar os novos funcionários assim que eles passam a fazer parte da equipe.

Primeiramente, o que é a integração de colaboradores?

A integração de novos colaboradores é um processo preparatório que todo recém-contratado precisa passar assim que chega à empresa. É nesse momento que o novo profissional vai conhecer mais sobre a companhia da qual fará parte, incluindo:

  • Particularidades sobre a cultura organizacional;
  • Missão, visão e valores da organização;
  • Como a empresa opera no dia a dia;
  • Quem serão seus companheiros de trabalho;
  • Quais atividades serão exercidas por ele e muito mais.

Em resumo, a integração tem como objetivo garantir que o novo funcionário se sinta pertencente à empresa o quanto antes e, assim, possa iniciar as suas atividades de forma mais segura.

Esse processo também é bastante conhecido pelo RH como Onboarding, termo em inglês que significa “embarcando” e que se refere justamente ao momento em que um novo colaborador “embarca” na organização.

Por que a integração é importante?

Bom, para começar, a integração tem um impacto claro na motivação e engajamento dos novos funcionários. Quando um profissional é bem recebido, naturalmente ele se sente mais aberto para colaborar com os seus pares e até mesmo para tirar dúvidas sobre as atividades que realizará, evitando a incidência de erros.

Desse modo, a tendência é que a fase de adaptação aconteça de forma mais leve, rápida e eficiente. As melhorias no clima organizacional também são evidentes quando um bom processo de Onboarding é executado. Afinal, um colaborador entrosado com o time é sinônimo de um clima mais leve e propício ao engajamento.

Segundo estudo publicado pela Society for Human Resource Management (SHRM),  funcionários recém-contratados têm 58% mais probabilidade de ainda estar na empresa três anos depois, se tiverem concluído um processo de integração estruturado.

Como colocar a integração de colaboradores em prática

Se você deseja integrar os novos funcionários da sua equipe o quanto antes, confira cinco dicas que vão te ajudar a alcançar esse objetivo com sucesso:

  1. Estabeleça uma política de boas-vindas

Atualmente, como os novos funcionários da sua empresa são recebidos assim que eles chegam na firma pela primeira vez? Bom, caso você ainda não possua uma estratégia para esse momento, é exatamente por ela que você deve começar.

Preparar um kit de boas-vindas para o recém-contratado é uma daquelas ações que, apesar de parecerem simples, fazem toda a diferença para que o novo colaborador comece a se sentir parte da empresa. Nesse kit é possível incluir uma mensagem do líder ou até mesmo do CEO da organização, bem como itens personalizados com o logotipo da companhia, incluindo camisetas, agendas e squeeze.

O momento das boas-vindas também é ideal para apresentar mais sobre a história da empresa, passando por pontos como missão, visão e valores. Uma boa forma de fazer isso é entregando um guia padronizado, que reúna todas as informações que o novo colaborador precisa saber naquele primeiro contato.

  1. Prepare a equipe para receber o novo funcionário 

Para complementar a política de boas-vindas, é imprescindível que o RH desenvolva uma cultura que ajude a preparar todas as pessoas da empresas para receberem novos funcionários.

Afinal, o contato com os colegas de trabalho também têm um impacto direto na percepção que o profissional recém-chegado vai ter sobre a companhia. Que tal enviar um e-mail para toda a equipe, avisando sobre a chegada do novo integrante e listando algumas práticas para tornar esse momento mais agradável?

  1. Alinhe as expectativas

Eis uma premissa válida para qualquer profissional: saber exatamente o que a empresa espera dele é um dos primeiros passos para a execução de um bom trabalho. Por esse motivo, é super válido aproveitar o onboarding para esclarecer todas as responsabilidades do novo colaborador.

Com o apoio do RH, o líder da área precisa comunicar de forma clara qual a função deste novo profissional, quais as principais atividades que ele vai executar no dia a dia e o mais importante: quais as metas que ele precisa alcançar.

Vale até mesmo preparar um cronograma para guiar a jornada de trabalho dele nos primeiros dias. Mas lembre-se de trabalhar com expectativas reais, que respeitem o tempo de aprendizado deste colaborador, ok?

  1. Forneça os documentos e ferramentas necessárias

Essa é uma parte burocrática do onboarding, mas que não pode ser deixada de lado: a entrega de todos os documentos e materiais que serão imprescindíveis para que o colaborador execute suas atividades.

Isso inclui desde os números de ramais e e-mails das pessoas com as quais ele terá contato no dia a dia, até manuais de apoio, código de conduta e senhas de acessos aos sistemas que serão utilizados por ele.

Também é muito importante garantir que o colaborador tenha uma estrutura adequada para a realização de suas atividades, principalmente durante o trabalho remoto. Seja no modelo de trabalho presencial ou no remoto, atente-se para o fornecimento de bons equipamentos e ferramentas que possam potencializar os talentos dele.

  1. Aposte em ações constantes de integração e engajamento

Um dos principais objetivos do onboarding é ajudar os novos colaboradores a criarem conexões. Mas, para que isso de fato aconteça, é preciso contar com estratégias que incentivem o engajamento constante e não apenas quando o novo colaborador chegar à empresa.

Promover dinâmicas de grupos, treinamentos ou incentivar ações que não sejam estritamente profissionais são ótimas formas de manter esse vínculo entre membros de uma equipe no longo prazo.

Como você pôde acompanhar, a integração de colaboradores faz toda a diferença para a construção de times mais engajados e na retenção de colaboradores.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo