CarreiraGestãoGestão em TISoluções para RH

LGPD: apagão de talentos em segurança da informação é um desafio

É importante lembrar que tão desafiador quanto encontrar um profissional de talento em segurança da informação é retê-lo

Com a criação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), prevista para entrar em vigor em agosto de 2020, as empresas com sede no Brasil começaram a visualizar a necessidade de adquirir novas soluções de segurança da informação, como a Data Loss Prevention (DLP), além de criptografia e controle de acesso, por exemplo. Trata-se de ferramentas totalmente relacionadas à privacidade, assunto que se manterá em pauta entre os decisores ao longo deste ano e dos próximos.

Em um passado recente, a demanda pelos softwares citados era baixa porque apenas as grandes organizações se preocupavam em tê-los. Por razões óbvias, era reduzido também o número de profissionais especializados na implementação e operação das ferramentas. Agora, com a chegada da LGPD, empresas de todos os portes estão sendo obrigadas a incluir essas tecnologias de segurança entre suas prioridades, fazendo com que o gap de mão de obra qualificada seja um grande desafio para os líderes de negócio.

É importante lembrar que tão desafiador quanto encontrar um profissional de talento em segurança da informação é retê-lo. O que tenho observado é que diante das constantes e agressivas abordagens da concorrência, a permanência deles em uma mesma empresa dificilmente tem sido superior a três anos. Isso tem feito com que o RH das companhias viva em um constante efeito looping entre contratar, treinar, tentar reter, perder e contratar profissionais. Como resultado, perde-se em tempo, recursos financeiros, produtividade e continuidade das ações.

Analista de sistema e de suporte têm sido os profissionais mais demandados e menos encontrados pelas razões que citei. Mas, não podemos esquecer do cargo de Data Protection Office (DPO), que é muito recente no mercado e demanda conhecer os conceitos de segurança, os detalhes da LGPD e o negócio. Ou seja, é uma função que precisa ser preenchida de maneira estratégica. Algumas organizações têm transformado em DPO profissionais da área jurídica, mas já vi casos de revisão dessa decisão devido à falta de conhecimento técnico em tecnologia.

Para resolver o desafio de apagão de mão de obra e do excesso de rotatividade, muitas empresas têm investido na contratação de parceiros para o serviço de gerenciamento de segurança. A relação custo-benefício é evidente: nenhum prejuízo relacionado ao apagão de talentos na área de segurança da informação; mais certeza de continuidade da operação; garantia de conformidade com as leis em vigor e as que estão por vir; e menos encargos trabalhistas e gastos com recrutamento, seleção e retenção de profissional.

Como exemplo prático, é possível citar algumas grandes varejistas que têm formado equipes de segurança da informação com cerca de três profissionais focados em contratar um parceiro de gerenciamento, acompanhar de perto o trabalho desenvolvido e controlar os resultados para, então, poder reportar dados confiáveis para a diretoria. Outras companhias contrataram um parceiro externo para auxiliar na formação de um comitê interno de LGPD e avaliar se o cargo de DPO pode ser assumido por um profissional do quadro de colaboradores ou se a melhor opção é trazer para dentro de casa alguém do mercado.

A área de tecnologia é muito ampla e vive em constante transformação. Esse cenário instável torna impossível ter dentro da empresa um único profissional com capacidade de operar todas as soluções existentes. Por isso, terceirizar a gestão das soluções e a governança das informações é a solução mais estratégicas para garantir a saúde do negócio. Pense nisso!

Por Leandro Marques, da Etek NovaRed, provedora de soluções integradas de segurança da informação da América Latina

Confira também:

PodCast: A Ciência da Felicidade

74% das empresas identifica seus futuros líderes analisando as avaliações de performance

45 vagas de emprego abertas para tecnologia

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar