Soluções para RH

Lições aos CEOS das estratégias de vídeo usadas pelo presidente Obama

Qualquer que seja sua orientação política, é difícil argumentar contra o sucesso nos meios digitais que o presidente Obama e seu time implementaram ao longo dos anos em termos de engajamento de milhões de norte-americanos para se tornar aquele que talvez seja o presidente mais envolvente, transparente e comunicativo que o mundo já conheceu.

CEOs de companhias, mesmo enfrentando desafios de escopos diferentes daqueles do Presidente Obama, estão buscando alcançar metas similares, tais como: comunicar e explicar suas decisões às outras partes interessadas, interna ou publicamente, encorajar as pessoas a trabalhar duro para objetivos comuns, comunicar-se com confiança em épocas de crise, defender estratégias e compromissos e retratar uma autoimagem positiva.

Uma recente pesquisa da Kaltura, empresa em plataformas de vídeo, revelou que 95%, entre os mais 250 profissionais de diferentes segmentos entrevistados, acreditam que habilidades em vídeo são importantes para seus funcionários; já para 96% dos entrevistados o vídeo auxilia no treinamento dos funcionários de maneira mais rápida e com mais qualidade, enquanto para 91% os vídeos aproximam os executivos, tornando a relação mais pessoal.

Para Edmar Moraes, Brazil Country Manager da Kaltura, construir laços fortes entre os membros da equipe é apenas um dos benefícios. “Vídeos ajudam a formar conexões pessoais e garantir confiança entre os empregados. Também são uma ótima ferramenta para identificar e promover talentos em uma organização”, afirma.

Muitos CEOs e equipes de comunicação corporativa poderiam se inspirar nas melhores práticas de Obama e aplicar estes exemplos em suas estratégias de comunicação corporativa. Para ajudar nesta tarefa, a Kaltura listou sete exemplos de boas práticas da equipe de Obama que podem ser replicadas no meio corporativo:

1 – Seja o proprietário de sua estratégia de vídeo e aloque recursos apropriados:

A parte mais importante para começar uma estratégia eficaz de comunicação de vídeo é ser claramente o proprietário dessa estratégia e alocar uma quantidade adequada de recursos. A Casa Branca, por exemplo, nomeou um veterano do Vale do Silício, Jason Goldman, como o primeiro Casa Branca Chief Digital Oficer, que ficou responsável por enfatizar a estratégia global da Casa Branca nos meios digitais. Ao fazer isso, a Casa Branca tornou-se sua própria empresa de produção de mídia, utilizando tecnologia de ponta para promover a agenda, políticas e iniciativas do presidente.

2 – Use vídeo onde ele realmente garanta valor, não somente em eventos corporativos tradicionais:

Presidentes norte-americanos anteriores utilizavam principalmente os meios de comunicação tradicionais e, ocasionalmente, discursavam à nação pela TV, ou a partir da Casa Branca durante ocasiões especiais. Não foi assim para o presidente Obama, que teve até mesmo seu último discurso, para o Estado da União, transmitido pela Internet. A Casa Branca publicou uma série de seus vídeos – incluindo um de Obama a bordo do Air Force One anunciando um plano de reforma de matrícula da faculdade comunitária (8,4 milhões de visitas). Isso sem falar nas comunicações em vídeo menos tradicionais, como uma sessão Hangout do Google, onde Obama respondeu perguntas enviadas por pessoas comuns.

3 – Lance um portal de vídeos corporativos:

Só em 2015, funcionários da Casa Branca postaram mais de 400 vídeos no YouTube e Vimeo. Os CEOs precisam de seu próprio portal de vídeo corporativo para envolver os seus funcionários. Para ter este resultado, muitas empresas líderes estão implantando portais de vídeo internos, onde todos os vídeos de comunicação são acessíveis a todos os colaboradores com diferentes níveis de permissões, separados em canais e categorias, assim como o Youtube, só que com a adição de recursos de nível empresarial. Esses portais são extremamente eficazes para compartilhar conhecimento interno, não só para o CEO e à alta administração, mas também para departamentos de RH, Vendas, Finanças e TI.

4 – Vídeos + mídias sociais: combinação vencedora para aumentar o alcance:

A equipe de estratégias digitais de Obama está usando todos os espaços sociais possíveis, incluindo YouTube, Vimeo, Facebook, Twitter, Instagram e Blogs e tudo mais que os ajuda a direcionar mensagens específicas para públicos específicos, enquanto aumentam o alcance global. Da mesma forma, como nossa força de trabalho está se tornando cada vez mais digital, os gerentes seniores devem adaptar-se às tendências sociais e se comunicar com os empregados através de mídias sociais dentro da organização. Organizações inovadoras também têm implementado software de negócios sociais como Facebook-like, Jive, o IBM Connections, Yammer, Slack, entre outros. Essas ferramentas fornecem recursos de compartilhamento de conhecimentos avançados dentro do contexto social, ao passo que todo o conteúdo sensível permanece atrás do firewall. Departamentos de comunicação corporativa estão cada vez mais usando essas ferramentas para se comunicar com os funcionários e para criar uma cultura corporativa mais transparente. Quando se combina essas ferramentas sociais com conteúdo de vídeo é possível maximizar o envolvimento em larga escala.

5 – Comunicação de mão dupla:

Assim como nas mídias sociais, que garantem uma comunicação de mão dupla, onde as pessoas compartilham informações, que são consumidas, comentadas e novamente compartilhadas pelos seus contatos, os vídeos devem desempenhar o mesmo papel. A Casa Branca deu o exemplo nesse sentido mais uma vez, quando fez com um concurso de vídeo (2015 Casa Branca Film Student Festival) sobre “O Impacto de retribuir.” Este é um exemplo de que muitas vezes não se trata apenas de vídeos produzidos profissionalmente, mas também de vídeos produzidos por qualquer funcionário utilizando uma simples webcam.

6 – Incentivar líderes na sua organização a transmitir mensagens importantes para as equipes:

Por exemplo, o presidente Obama incentiva não só os seus próprios funcionários para chegar na frente da câmera para falar sobre temas políticos, mas ele também mobilizou várias estrelas do YouTube para envolver os seus seguidores com temas relacionados à política. A chave para os CEOs é engajar outros membros influentes da organização para usar o vídeo para impactar e alinhar os empregados com suas estratégias. 

7 – Não é o que você fala, mas como você fala: seja autêntico!

O presidente Obama “humanizou-se” por meio da participação em vídeos que o mostram nas rotinas do dia-a-dia da sua posição. Ele essencialmente abriu seu escritório para a nação, produzindo o show West Wing Week – um episódio semanal que informa o público sobre o que está acontecendo na Casa Branca e na vida familiar dos Obama. Isso não significa que os CEOs devem abrir suas vidas pessoais para toda a base de funcionários assistirem, mas alguns vídeos que mostram sua personalidade e autenticidade, fora do que os empregados estão acostumados a ouvir por conferência trimestral, pode certamente ajudar a estabelecer mais confiança e ajudar os funcionários a se relacionar com o CEO.

 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios