Boas práticasDiversidade

Mondelez Brasil Anuncia compromisso de Diversidade e Inclusão

80% das vagas do Programa de Estágio para 2022 serão exclusivas para diversidade, distribuídas entre todos os quatro grupos de afinidade: Gênero; LGBTQIA+, PCD e Etnia

A Mondelēz International, líder mundial em snacks e dona de marcas como Lacta, Trident, Halls, Club Social, Bis, Oreo e Tang, anuncia seu compromisso para promover o avanço em diversidade, inclusão, representatividade e pertencimento em todas as áreas em que atua no Brasil. Entre as principais metas estão cumprir com 50% de cargos de liderança ocupados por mulheres até 2023 e aumentar o número de pessoas pretas e pardas dentro da empresa ainda em 2021.

“Queremos ser o espelho da sociedade brasileira e representar o consumidor em todas as esferas da companhia.  Nosso compromisso contínuo de refletir a diversidade do mundo em que operamos é essencial para o sucesso de nosso negócio e da nossa missão de liderar o futuro dos snacks”, conta Betina Corbellini, diretora de Recursos Humanos da Mondelēz Brasil. “Promover a diversidade e a inclusão é fazer o que é certo e só assim vamos criar uma empresa melhor”, finaliza.

Em outubro de 2020 a Mondelēz International anunciou Robert Perkins com o primeiro Diretor Global de Diversidade e Inclusão da empresa. O Brasil acompanhou o movimento e passa a contar com um recurso exclusivo para liderar a área dentro da companhia e avançar com os compromissos anunciados.

Atualmente a Mondelēz Brasil, além de já cumprir com a equidade salarial, também possui 45% dos cargos de liderança, a partir de gerente, ocupados por mulheres, reforçando o seu compromisso com a equidade de gênero. Para alcançar as metas, a companhia promoverá amplamente a diversidade e a inclusão em seus processos seletivos. Como exemplo, 80% das vagas do Programa de Estágio para 2022 serão exclusivas para diversidade.

“De setembro a dezembro tivemos 52 contratações e 53% dessas vagas foram ocupadas pelos quatro grupos de afinidade: Gênero; LGBTQIA+, PCD e Étnico-Racial. Temos metas arrojadas, mas sabemos que somos plenamente capazes de atingir e trazer mais representatividade para dentro da companhia”, conta a executiva.

Em 2020 a companhia também criou um Comitê de Diversidade que atua em quatro frentes: Gênero, LGBTQIA+, PCD e Étnico-Racial. As políticas são construídas de maneira colaborativa em rodas de conversa com os colaboradores e lideranças. Além disso, o comitê está envolvido em todas as iniciativas de marketing da Mondelēz Brasil para garantir representatividade em todas as ativações e campanhas. O grupo também criou uma cartilha informativa que será distribuída para os 8 mil colaboradores, com conteúdo rico e educativo sobre todos os grupos de afinidades.

Entre as resoluções adotadas pela companhia estão licença maternidade e paternidade estendida, inclusive para casais homoafetivos, banco de talentos exclusivo para os quatro grupos de afinidade, adesão ao Compromisso pela Equidade Racial e parceria com consultorias especializadas para implementação das políticas internas de diversidade como Igual e Empodera. Além disso, a Mondelēz Internacional vai investir US$ 1 bilhão em empresas pertencentes a mulheres ou minorias, incluindo no Brasil.

Botão Voltar ao topo