Comportamento

Natal: cinco motivos para investir em vez de gastar

É essencial não cair na tentação dos grandes descontos

O Natal está chegando e, com ele, a oportunidade que muitos consumidores esperam para comprar itens que desejam há algum tempo. Contudo, a falta de planejamento faz com que muitas pessoas passem do limite financeiro e acumulem dívidas. Para evitar isso, é essencial não cair na tentação dos grandes descontos e, em vez de gastar, aplicar os recursos em sua carteira de investimentos. Confira cinco motivos para investir em vez de comprar neste ano:

1 — Não fazer dívidas
O Natal mexe com o imaginário do consumidor ao oferecer descontos vantajosos para estimulá-lo a comprar. Assim, a grande maioria das pessoas não consegue resistir e cede à famosa compra por impulso, isto é, itens que não se imaginava comprar, mas que acabam adquirindo mesmo assim. Esse é um dos principais fatores para as dívidas com juros altíssimos, principalmente com a fatura do cartão de crédito, que pode se transformar em uma perigosa bola de neve no orçamento familiar.

2 — Estimular a educação financeira
A compra por impulso só é evitada com um planejamento financeiro feito antes do Natal. Ao elencar quanto pode gastar e quais itens são mais essenciais, a pessoa está praticamente fazendo sua primeira lição de educação financeira. Logo, em vez de sair gastando o dinheiro excedente em promoções, estimule essa precaução em toda a família, reservando uma parte do orçamento também para os investimentos.

3 — Iniciar sua carteira de investimento
Ao guardar o dinheiro e não gastá-lo em compras supérfluas, o consumidor pode finalmente montar a sua carteira de investimentos. Muitos não investem porque não têm o hábito de guardar determinado valor para investir nos primeiros ativos. O décimo terceiro salário pode ajudar neste primeiro passo!

4 — Multiplicar seu dinheiro
Em um país onde é difícil conquistar dinheiro como o Brasil, é fundamental que o indivíduo faça sua renda trabalhar para ele. Com uma pequena quantia economizada no Natal, atualmente é possível encontrar bons investimentos em plataformas digitais. Assim, ao longo do tempo, estes valores tendem a crescer e aumentar o patrimônio da família.

5 — Planejar-se para o futuro
Por mais cuidadosa que a pessoa seja, sempre aparecem gastos inesperados e quem não tem dinheiro guardado sempre fica no aperto quando isso acontece, comprometendo o orçamento familiar e acumulando dívida em alguns casos. O ideal é ter uma carteira de investimentos diversificada, que sirva como reserva de emergência, para cobrir as despesas não planejadas, ao mesmo tempo em que visa o crescimento do patrimônio para a aposentadoria.
Quanto antes começar a investir, mais rápido atingirá seus objetivos!

Por  Walter Poladian, CFP® é sócio-fundador do Fliper

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar