Evento

Nova metodologia “RH para resultados” é apresentada no HR4results

Evento sobre inovação em Recursos Humanos reuniu os principais líderes do segmento

“Cerca de 85% dos funcionários não se sentem engajados com a empresa”, afirma Mariana Dias, CEO e cofundadora da Gupy, em evento voltado à inovação em Recursos Humanos, o HR4results. A palestra aconteceu no segundo dia de atividades da feira idealizada pela própria empresa de recrutamento de seleção com base em inteligência artificial.

Durante a palestra, Dias apontou outros dados importantes que mostram o cenário das organizações no Brasil, referentes às grandes mudanças do comportamento no ambiente de trabalho. E os números são pessimistas: apenas 25% do desempenho dos colaboradores vem de experiências positivas e o tempo de retenção deles em empresas de tecnologia é, em média, de 2 anos.

Além disso, 64% dos candidatos que passam por uma experiência negativa no processo de recrutamento viram detratores da empresa.Um questionamento trazido pela palestrante foi justamente perguntar aos mais de 2.500 participantes sobre qual é a imagem que vem à cabeça deles quando falamos sobre o RH.

As respostas mostraram a percepção de uma área ainda muito associada a controle e aspectos demissionais: “Há um lado positivo nisso tudo. As empresas que hoje visam somente o lucro e não estão preocupadas com o colaborador, irão morrer rápido. Assim, nós, profissionais de gente e gestão, nunca nosso trabalho foi tão essencial. Ainda porque nós podemos fazer essa ligação entre inovação e talento. Temos que repensar tudo o que fizemos hoje”, sinaliza.

O ponto máximo da palestra, cujo tema foi “Destruindo as caixas do RH e começando uma nova era”, aconteceu quando Mariana Dias mostrou os caminhos para quebrar os padrões dos processos de RH com uma mudança de mindset. Para isso, abordou sobre o ELTV = Employee Lifetime Value. Trata-se do valor agregado que a empresa entrega ao colaborador pelo tempo em que este permanece como colaborador da empresa.

Nova metodologia "RH para resultados" é apresentada no HR4resultsSegundo a palestrante, o “RH para resultados” significa possibilitar mudanças de forma fluída e concreta, que ajudem o negócio através das pessoas, para conseguir inovar e, inclusive, suportar toda esta avalanche de mudanças que virão nos próximos anos. A metodologia leva o desenho de uma roda, composta por 4 itens: Ao centro a performance. E na periferia, atrair, desenvolver e encantar o colaborador certo. Para fazer com que o centro expanda, é preciso dar tração e girar o periférico. Dessa maneira, você consegue funcionários muito mais engajados, criativos e produtivos. O quesito mais importante, contudo, é o encantamento, que deve ser realizado desde a admissão até a pós-contratação e no desenvolvimento de funcionários.

Outro tópico abordado foi sobre as chamadas caixas do RH, como recrutamento e seleção, desenvolvimento e remuneração. A CEO apontou sobre a departamentalização da área e “dessas caixinhas que, por muito tempo, eram necessárias para padronizar e considerar todo mundo igual”, algo que hoje já não corresponde à realidade. Mariana também ponderou que é necessário não realizar processos de forma tão espaçada e que, para isso, é preciso fazer testes rapidamente e tornar esses mesmos processos mais flexíveis e abertos. Assim, o evento do HR4results, seria um convite para construir um novo modelo, mais rápido e radical nas mudanças.

Ao final, Mariana Dias deixou um último recado relacionado à própria velocidade de inovação. “A mudança vai vir muito mais rápida e intensa do que hoje. Se estamos acostumados com uma nova tecnologia a cada semana, amanhã surgirão em segundos. Quem não começar a fazer isso agora ficará para trás. Devemos realmente conseguir fazer com que nós, como profissionais de RH, sejamos protagonistas na construção ágil de uma ponte para um novo mundo”, finaliza.

 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios