Boas práticasComportamento

Novo normal na paySmart assegura a possibilidade de trabalho 100% remoto a colaboradores em todo o País

Fintech gaúcha adota o home office como opção permanente para os colaboradores e conta com espaços virtuais para integração e compartilhamento de conhecimento

Diante dos desafios impostos pela pandemia de COVID-19, a paySmart, fintech que permite que qualquer empresa se torne um banco digital, comprovou que cuidar de pessoas é um fator importante para manter uma boa integração com colaboradores e colaboradoras, a fim de mantê-los não só engajados, mas seguros. As medidas de enfrentamento adotadas pela empresa evoluíram ao longo destes 12 meses, sendo ajustadas e melhoradas para fazer parte do novo normal da fintech. O home office, por exemplo, que foi implementado para possibilitar o distanciamento social e proteger a saúde das equipes, agora é um modelo definitivo para 100% dos funcionários, incluindo novos contratados.

“Não é como se o trabalho presencial não existisse mais, os escritórios continuam no mesmo lugar, mas no momento optamos por seguir com toda equipe de forma remota. Estudamos adotar, no futuro, um modelo híbrido, com as equipes trabalhando em home office, mas deixando o espaço físico aberto para que eles tenham a liberdade de trabalhar presencialmente quando quiserem ou quando for necessário”, explica Carolina Murlik, responsável pelo setor de Pessoas e Cultura na paySmart.

Com essa medida, os escritórios da paySmart, localizados em Porto Alegre e São Paulo, se tornaram espaços oferecidos como alternativa de trabalho. Basicamente, os colaboradores e colaboradoras possuem a liberdade de solicitar a ida ao espaço físico quando necessário, desde que respeitado o limite de pessoas por sala e todas as medidas de segurança estabelecidas, que serão mantidas enquanto órgãos de saúde nacionais ou internacionais as recomendarem. Para garantir o mesmo conforto no home office, a paySmart proporciona equipamentos adequados para seus funcionários. A ideia da empresa é que todos se sintam confortáveis e amparados da mesma forma que se estivessem presencialmente.

Para paySmart, sua equipe é tão importante quanto a tecnologia. Sem o propósito de cuidar das pessoas, sob o aspecto físico e psicológico, os resultados obtidos no home office, em questão de controle da contaminação, poderiam ser outros. Abrir espaço para conversas e buscar formas de manter seus colaboradores e colaboradores não apenas seguros e engajados, mas também satisfeitos, sempre foi um dos focos principais durante este novo cenário.

A nova estratégia vem dando resultados, não apenas pelo controle da contaminação pelo coronavírus, mas porque abriu portas para contratar pessoas em todas as regiões do Brasil. Carolina comenta que, antes da pandemia, dificilmente eram contratadas pessoas de cidades fora de Porto Alegre, São Paulo ou da região metropolitana destas duas. “A garantia do trabalho remoto para todos têm nos permitido captar talentos em qualquer localidade e colocar a paySmart como opção de escolha para profissionais de tecnologia que queiram atuar em uma área em franco desenvolvimento, como é a de meios de pagamento. Assim, conseguimos focar apenas nos atributos profissionais dos candidatos, sem precisar descartar ninguém por não residir nas cidades que possuímos escritórios.”

É claro que o trabalho remoto impôs desafios, especialmente para a comunicação entre os times. Para garantir o compartilhamento de informações e para promover a integração entre as várias áreas, a empresa investiu em espaços online para reuniões semanais de alinhamento entre equipes, atualizações do trabalho geral da fintech e troca de ideias entre colaboradores.

“O objetivo maior é continuarmos com o nosso propósito de sermos transparentes nos relacionamentos, além de estimular o compartilhamento do conhecimento e dos aprendizados, que são fundamentais para que a paySmart continue a oferecer o que há que mais moderno e seguro em termos de soluções e serviços de meios de pagamento aos clientes”, comenta Carol. “Ver que nosso time está conseguindo manter-se seguro, produtivo e integrado são indicações de que estamos na direção certa, focando nas pessoas como nossa prioridade”.

Botão Voltar ao topo