Educação Corporativa
Tendência

O papel das empresas no aprendizado de um novo idioma

Ainda falta o reconhecimento da importância que o idioma traz não só para o indivíduo, mas também para a corporação

Dominar um segundo e até terceiro idioma já é considerado essencial em determinadas carreiras. Ainda assim, o número de brasileiros que falam outra língua, especialmente o inglês, está muito abaixo do ideal. Segundo um levantamento feito pela British Council, organização internacional do Reino Unido para relações culturais e oportunidades educacionais, somente 5% dos brasileiros sabem se comunicar em inglês e deste, apenas 1% apresenta algum grau de fluência. Esses números deixam o Brasil em 53º colocado num ranking com 70 países e abaixo de vizinhos sul americanos como Equador, Chile e Peru.

Se pararmos para fazer uma breve comparação entre os países, a América Latina é a única a mostrar uma queda geral na proficiência em inglês. Já a Europa, continua sendo a líder global com oito países bem colocados no ranking. Já o continente asiático vem bem representado pela Singapura, que fica entre os três primeiros colocados.

Esses dados mostram o tanto que nosso país precisa evoluir na proficiência em inglês se comparado com os outros do mundo. Iniciativas públicas e privadas são bem-vindas para que o aprendizado seja cada vez mais eficaz nas escolas e na vida profissional. Por isso, é importante que as empresas brasileiras tenham a consciência de que investir no colaborador é a melhor fórmula para obter sucesso.

Já enxergamos no mercado um movimento de preocupação em treinamento e desenvolvimento de pessoas, e isso reflete na criação de novas soluções para melhorar a experiência do funcionário. Por outro lado, ainda falta o reconhecimento da importância que o idioma traz não só para o indivíduo, mas também para a corporação.

Com a desigualdade e diferença de oportunidades que ainda existem no país, as empresas podem ter um papel fundamental e ser o agente transformador deste cenário, incentivando o aprendizado de um novo idioma para seus colaboradores. E soluções para isso não faltam. Desde instituições que oferecem cursos específicos para determinadas áreas e de acordo com o interesse de cada aluno, até mesmo promover intercâmbio de profissionais são opções já disponíveis no mercado.

Além disso, criar programas internos de promoção de cargo em que um idioma adicional seja obrigatório, pode incentivar o funcionário a buscar novos conhecimentos e ficar apto para conseguir um upgrade na carreira. Aliado a isso oferecer um convênio com escolas de idiomas também pode ser excelente forma de incentivo.

Cada solução apresenta uma vantagem que vai além do aprendizado puro e simples. Trata-se da empresa mudando a relação que tem com seu colaborador, ou seja, uma verdadeira employee experience, pois sabemos que muitas vezes dominar um novo idioma é libertador, seja na carreira ou na vida pessoal. E não podemos negar que o ambiente organizacional é uma grande parte da nossa vida e por isso, ter dentro da sua empresa um incentivo como este, pode realmente abrir novos horizontes e proporcionar novas oportunidades no mercado.

Por Raphael Ruiz CEO e fundador do Instituto Mindset, rede de escolas de idiomas com 14 unidades pelo Brasil e mais de 6 mil alunos

Etiquetas

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios