ArtigoColunistaMarketing de Conteúdo

Os desafios do RH durante a pandemia do Coronavírus

O que podemos fazer é nos manter no presente e no que pode ser realizado hoje

Situações como a que estamos vivendo, em que o isolamento se soma ao bombardeio de notícias sobre o que fazer para se proteger e à atualização de números de casos e mortes causadas pela pandemia, exigem de nós uma grandeza de espírito: é preciso pensar no coletivo, cuidar dos mais frágeis, superar adversidades e, com coragem, seguir adiante. 

Certamente, toda esta situação pode afetar a saúde mental das pessoas e aumentar os níveis de ansiedade, já que fatores desconhecidos e incertos fazem com que todos se sintam inseguros, principalmente em casos como esse, de nível mundial. Ainda não há uma receita instantânea para buscar um equilíbrio emocional e controlar os níveis de ansiedade, mas existem formas de perceber as emoções que estamos sentindo, afinal, faz parte do ser humano viver entre emoções e sensações

O que podemos fazer é nos manter no presente e no que pode ser realizado hoje. Ainda que o medo traga qualquer resposta nebulosa, é preciso buscar formas de amenizar os sintomas de ansiedade e tentar viver de maneira saudável, refletindo sobre os aprendizados que podemos extrair de toda essa triste realidade. 

Que nos dias desafiadores e cinzentos nós possamos lembrar do que ilumina a nossa jornada e refletir sobre os seguintes aspectos:

Filtre as notícias

Não podemos ficar reféns das notícias que chegam, mas é necessário filtrar as informações que recebemos. Pensando nisso, a MDS Brasil criou o hotsite #MDSFOCUSCOVID, que reúne conteúdos exclusivos sobre o COVID-19. A página conta com uma seleção de matérias brasileiras e internacionais, bem como informações gerais sobre o vírus, dicas de prevenção, bem-estar e dados oficiais do Ministério da Saúde e da OMS. O objetivo é informar e interagir da melhor forma com os colaboradores e com a sociedade. 

Mantenha o contato social, mesmo à distância 

Não se sinta sozinho! Estamos todos na mesma situação, pois o distanciamento é coletivo. Sendo assim, fale mais com as pessoas: conecte-se, compartilhe seu dia e suas experiências. 

A nossa agenda continua intensa e com muitos afazeres, mesmo que remotamente. Mas, independente disso, continuamos a reservar uma ou duas horas por semana para dialogar com todos os colaboradores. Todos os executivos se engajam neste diálogo para transbordar aos colaboradores que também somos vulneráveis e lidamos com o cenário de cuidar dos cônjuges, dos filhos, da casa, dos cachorros e do trabalho. Compartilhamos visões e tendências do mercado, tiramos dúvidas e nos divertimos muito em uma conversa despretensiosa. 

Na MDS Brasil, a nossa área de RH também possui uma ferramenta chamada Conexão RH hospedada dentro da intranet. A plataforma conecta o colaborador de forma simples e rápida com o objetivo de atender, na medida do possível, as necessidades momentâneas, sejam elas na esfera da saúde, do trabalho remoto ou de qualquer outra frente que ele queira compartilhar. 

Priorize o autocuidado 

O autocuidado está relacionado ao enfrentamento do desconhecido. Praticá-lo é permitir-se sair dessa situação de vulnerabilidade que nos assusta e “tomar as rédeas da vida com as próprias mãos”.

Aproveite o momento para endereçar uma mudança de hábito baseada nos recursos que você tem, como: melhorar a alimentação, fazer exercícios físicos e de respiração, ler e refletir. Ações como essas podem ajudar a amenizar os níveis de ansiedade.  

A fim de dar suporte às iniciativas relacionadas ao autocuidado, a MDS Brasil possui um canal de comunicação chamado De Bem com a Vida, pelo qual enviamos diariamente informações de saúde e bem-estar não somente aos nossos colaboradores, mas também aos clientes. Acreditamos que a humanização em tempos de distanciamento é o abraço distante, feito por meio de comunicações  assertivas e acolhedoras.

Faça o que gosta! Assista novelas, filmes e série, ouça música, cozinhe e  tire um pouco da pressão sobre você. Mas compreenda que, neste momento de vulnerabilidade que vivemos, também é natural não ter motivação para fazer nada. Autocuidado é também respeitar o seu tempo para processar o que está acontecendo à sua volta. 

E lembre-se que as palavras da vez são: empatia, compaixão e consciência coletiva. Muitos de nós nunca vivenciamos uma crise como essa e estamos assustados, mas o momento nos convida a expandir o nosso olhar e rever a nossa forma de viver.

Por Isabel Azevedo, Vice-presidente de Recursos Humanos da MDS Brasil

 Sobre a MDS 

A MDS é um grupo multinacional de corretagem de seguro e resseguro, consultoria de riscos e gestão de benefícios. É líder de mercado em Portugal, está entre os maiores no Brasil e presente também em Angola, Moçambique e Espanha. Mundialmente, a companhia opera através da Brokerslink – empresa fundada pelo grupo e que gere uma rede de brokers presente em mais de 110 países, totalizando cerca de 18.000 profissionais de seguros. Em resseguro, a organização atua no Brasil, em Portugal e na África com a marca MDS RE. A RCG – Risk Consulting Group é a empresa referência em análise de riscos, controle de perdas, plano de continuidade de negócios e Enterprise Risk Management. Através da HighDome, uma Protected Cell Company (PCC), o grupo oferece soluções alternativas de transferência de riscos ao mercado tradicional de seguros. Por fim, enquanto a recente aquisição da Process reforça a expertise da empresa no setor de P&C e Garantias, a incorporação de uma participação na 838 Soluções e a compra da Ben’s reiteram o domínio no segmento de Benefícios Corporativos, Gestão Automatizada de Benefícios e Benefícios Flexíveis. Para mais informações, acesse: www.mdsinsure.com.br


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo