Boas práticas

Prudential do Brasil estende período do trabalho remoto com foco na saúde e bem-estar dos colaboradores

Escritórios e pontos de apoio da companhia permanecem fechados até novembro

Diante das incertezas provocadas pela pandemia do novo coronavírus, que desde março provocou no Brasil mais de 100 mil vítimas e permanece registrando altos índices de casos confirmados, a seguradora Prudential do Brasil – a maior independente do país no ramo de Vida – vai estender o período de trabalho remoto até novembro, momento em que novamente será reavaliada a possibilidade de data para retorno das atividades presenciais em todos os escritórios e pontos de apoio espalhados pelo país. Para essa decisão, a companhia levará em consideração os dados atualizados pelo Governo Federal e secretarias estaduais de saúde sobre a pandemia.

Com essa postura, o objetivo da empresa – que conquista desde 2010 o selo Great Place to Work como uma das 30 melhores empresas para trabalhar no estado do Rio de Janeiro e entre 2005 e 2015 esteve entre as 150 melhores empresas para trabalhar no Brasil pelo Guia Você S/A e Exame – é preservar a saúde e o bem-estar dos seus mais de 900 colaboradores.

Nos escritórios da Prudential do Brasil, as instalações já estão todas reformadas e sinalizadas para essa fase pós-pandemia, obedecendo rigorosamente aos critérios estabelecidos pelos órgãos de saúde competentes. Além disso, todos os colaboradores já passaram por treinamento para o momento do retorno, incluindo novas condutas para preservação da própria saúde e a dos demais.

“Somos uma companhia especialista em proteger vidas, somando mais de 2,4 milhões de vidas seguradas. Desta forma, nossas ações são voltadas não só para promover o bem-estar, tranquilidade e saúde de clientes, parceiros comerciais, corretores franqueados e empresariais, mas também para os nossos colaboradores. O retorno aos escritórios e pontos de apoio será gradual e observando todos os critérios de segurança. Além disso, realizaremos uma pesquisa para avaliar as possibilidades de retorno de cada um somado a um comunicado com pelo menos 15 dias de antecedência, para que todos possam reorganizar suas rotinas da melhor forma possível”, destaca o presidente e CEO da Prudential do Brasil, David Legher.


Operações em trabalho remoto desde março

A Prudential do Brasil adotou o trabalho remoto desde março para os seus mais de 900 colaboradores. Com uma logística de excelência e um comitê especial focado na pandemia da Covid-19, em apenas uma semana a companhia tornou possível o funcionamento de 100% da operação da empresa, oferecendo toda a estrutura necessária para que cada colaborador pudesse exercer suas funções de casa, em segurança.

Somado a isso, a seguradora vem promovendo diversas ações remotas com o objetivo de preservar a saúde física e mental dos colaboradores, disponibilizando duas vezes por semana sessões de meditação e ginástica laboral. Além disso, lançou o Programa Mente Viva, onde são oferecidas mensalmente duas sessões de terapia on-line para os funcionários.

A equipe de RH também está atuando de forma próxima às equipes, com conversas personalizadas, observando os pontos positivos do trabalho remoto e o que precisa ainda ser melhorado. “Para que o trabalho remoto possa funcionar, é necessária uma combinação de infraestrutura, gestão capacitada e flexibilidade, sempre com foco em resultados e não no tempo que o funcionário trabalha. Por isso, fazemos uma abordagem individualizada, entendendo as necessidades e realidades de cada um”, reforça a diretora de Recursos Humanos da Prudential do Brasil, Gabriela Al-Cici.

A executiva também conta que ouvir o público interno, ser proativo na comunicação e cuidar da melhor forma da entrega dos benefícios para que os colaboradores não tenham ainda mais preocupações estão entre as prioridades da área de RH da empresa. Um exemplo disso é a cota única no valor de R$ 800 disponibilizada para cada funcionário, com o objetivo de atender a eventuais necessidades de estrutura e conforto durante o trabalho em casa.

“Estamos vivendo uma grande oportunidade de aprender e aplicar novos conceitos de trabalho e, nesse sentido, já nos sentimos preparados como organização para iniciativas mais flexíveis, quando começarmos a voltar para o escritório. Temos uma nova política em estudo que, em breve, teremos o maior prazer em comunicar”, finaliza Gabriela.


Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo