EmpreendedorismoMarketing de ConteúdoNegócios

Qual a receita dos negócios de garagem?

O caminho é longo, mas pode ser prospero, principalmente se você acreditar e for apaixonado pelo seu negócio

Atender o cliente, cuidar do estoque, marketing nas redes sociais e ainda gerenciar pagamentos faz parte da rotina de qualquer negócio, mas não é uma tarefa fácil. Porém, mesmo diante de tantos desafios e ainda, com a pandemia da COVID-19, segundo o Sebrae, 2020 bateu recorde de empreendedores e ultrapassou 11 milhões registrados. Foram 2,6 milhões de novos registros como Microempreendedor Individual só em 2020.

O brasileiro gosta de desafios e sabe lidar com as dificuldades. Muitos negócios de sucesso começaram pequenos e viraram grandes cases de êxito. E destacamos alguns para inspirar os empreendedores no Brasil. Quem nunca ouviu falar de empresas garagem, que começaram do zero e deram certo?

Os estudantes universitários Larry Page e Sergey Brin começaram o Google em 1998 em uma garagem emprestada e hoje são os responsáveis pelo maior site de tráfegos da história da internet. Outro bom exemplo é a Harley Davidson. Em 1901, Willian S. Harley pretendia criar um mecanismo para mover a sua bicicleta e dentro de um barraco feito de madeira, fundaram a empresa construindo uma bicicleta movida por um motor.

Bill Gates e Paul Allen fundaram a Microsoft dentro de uma garagem e licenciaram o seu primeiro sistema operacional para a IBM por $80 mil. São histórias inspiradoras que é sempre bom relembrar para impulsionar sonhos.

De qualquer forma entre sonhar e realizar existem algumas etapas que precisam ser consideradas para o sucesso do negócio.

E quais são as cinco dicas de uma jornada para criar uma empresa de sucesso?

  • Criar produtos ou serviços diferenciados;
  • Criar um plano de negócios – Imprescindível para mapear o mercado e traçar o melhor caminho;
  • Buscar conhecimento e capacitação;
  • Encontrar parceiros de jornada;
  • Organizar as finanças;

Citamos apenas 5 dicas, mas o caminho é longo e precisa ser bem planejado. Vale ressaltar que pensar no cliente é o ponto principal para o sucesso de qualquer negócio, afinal ao ter seus problemas solucionados e necessidades atendidas, o cliente contribui fortemente para a venda, recomendando e divulgando o produto ou serviço.

Facilitar o acesso à compra e ampliar as formas de pagamento, são essenciais para o sucesso do negócio. Assim como uma oferta de produtos diferenciada, um site bem estruturado e boa comunicação para se aproximar do público possibilitam maior aproximação com a marca e conceito do negócio.

Uma pesquisa realizada pela Ebit Nielsen no quarto trimestre de 2020 com consumidores que compraram online indicou que 95% dos respondentes pretendem continuar comprando online, motivo muito relevante para os empreendedores olharem com mais atenção para o e-commerce, investir mais, e criar condições e oportunidades que impulsionem as vendas. O empreendedor na internet precisa investir em marketing digital para promover o seu negócio, impossível fugir, afinal quem não é visto não é lembrado, certo?

O caminho é longo, mas pode ser prospero, principalmente se você acreditar e for apaixonado pelo seu negócio. É tudo questão de planejamento! Boa sorte e caso você esteja no caminho do empreendedorismo, mas ainda não começou, que tal começar agora a desenhar a sua nova jornada de empreendedor no Brasil?

Por Claudio Dias – CEO da pagolivre

Botão Voltar ao topo