G3RH

Qual é a fórmula de sucesso na carreira?

Será que as minhas competências têm a ver com a minha paixão pelo que eu faço?

Porque algumas pessoas se dão bem na sua carreira e outras nem tanto. Parece que a sorte favorece alguns mais do que outros. Será? Eu conheço pessoas que trabalham muito e a carreira caminha lentamente, e outros que trabalham bastante, mas nem tanto, e a carreira vai fluindo com maior rapidez. Por que será que isso acontece? Uma primeira reflexão tem a ver com trabalhar muito versus trabalhar de forma inteligente. Tem pessoas que acham que fazer muita coisa é a fórmula do sucesso.

Será que as minhas competências têm a ver com a minha paixão pelo que eu faço? Essa é a segunda reflexão.  As pessoas competentes e inteligentes, tem sempre o risco de fazer qualquer coisa bem, mas sem paixão. O resultado é um bom trabalho, mas não um resultado que excede, que flui sem um gasto muita grande de energia. Alguém pode aprender a tocar piano, sem paixão ou dom para este instrumento. Sim, tocará razoavelmente bem, mas nunca será um “virtuose” ou um grande concertista. Competência e paixão ou dom por aquilo que se faz, é o grande diferencial.

Quais são as opções que as pessoas têm de carreira? Essa é a terceira reflexão. Existem basicamente quatro opções na vida de um profissional. A primeira é se desenvolver na sua profissão dentro de uma organização. A segunda é se desenvolver na sua profissão, mas em outra organização. A terceira opção é se desenvolver em outra profissão dentro da mesma organização, e a quarta e última opção é buscar outra profissão e em outro tipo de organização.

A quarta reflexão tem a ver com o Planejamento da Carreira.  Este processo envolve basicamente quatro etapas. A primeira é uma reflexão do “Histórico Profissional”. É um olhar para o passado do que deu certo, deu resultado ou não. A segunda etapa tem a ver com as “Competências e Comportamentos” ao longo da carreira. Quais foram as competências e os comportamento trouxeram mais resultados. A terceira etapa tem a ver com a “Estratégia e Objetivos” profissionais. Ou seja aonde a pessoa quer chegar e quais etapas ela precisará desenvolver para chegar no seu objetivo maior. A quarta e última etapa tem a ver com “Plano de Ação e Execução”.

Será que seguindo todas essas etapas e processos se terá sucesso garantido na carreira? Não necessariamente, mas com certeza ajudará muito neste processo. Não há garantias mesmo planejando, pois há muitos outros fatores externos que influenciam a carreira. Por exemplo, estar no lugar certo, na hora certa, crescimento do negócio ou da organização, o desenvolvimento da economia, o relacionamento pessoal, e por último e não menos importante uma certa pitada de sorte.

O conceito também de sucesso, vai variar de pessoa para pessoa. Para alguns será o crescimento para posições maiores, para outros a realização intelectual, outros o sucesso financeiro, e assim por diante. De qualquer forma seja o que para a pessoas representa o sucesso na carreira, o mais importante de tudo é SER FELIZ, no que se faz.

Por Felipe Westin, integrante do Grupo G3RH e Consultor em Gestão de Pessoas e Desenvolvimento de Liderança.

Botão Voltar ao topo