Carreira

Qualquer pessoa pode alavancar sua própria carreira

Esqueceram de nos ensinar, porém, a importância de ter uma atitude intraempreendedora

Desde a infância, aprendemos a pensar como funcionários. Somos instruídos – e preparados – a fazer uma boa faculdade com o objetivo de ingressarmos em uma grande empresa em busca de um plano de carreira, que ofereça alto salário, benefícios e 8 horas diárias de trabalho. Esqueceram de nos ensinar, porém, a importância de ter uma atitude intraempreendedora. Mas o que é isso, Talita?

A palavra não é tão conhecida apesar de muitos colaboradores serem intraempreendedores, e quando é colocada em prática faz com que o profissional tenha um olhar mais próximo com o de dono das organizações e alcance mais rapidamente os objetivos e metas da empresa, sempre buscando a melhor forma de fazerem as coisas acontecerem.

Cristiane Correa fala bastante sobre o assunto no livro Sonho Grande, que detalha sua trajetória e a de seus sócios, e aplica os conhecimentos à realidade.  Um dos cases citados na publicação são as empresas de Jorge Paulo Lemann, como a Ambev, por exemplo. Lá, os melhores funcionários são reconhecidos e têm a chance de se tornarem sócios da empresa.

Para conseguir esse destaque, separei algumas dicas bem objetivas de como crescer de forma orgânica nas empresas:

  • Seja proativo, não espere as pessoas delegarem tarefas. Se tem algo que precisa ser feito só amanhã, faça hoje. É sempre bom ter trabalhos adiantados, ajudando no cronograma da empresa;
  • Seja curioso sobre o mercado que está inserido, pois isso tornará possível um diálogo de mais autoridade para falar sobre o direcionamento da empresa. Além disso, mostra comprometimento com o negócio;
  • Horário não faz um bom funcionário, porque a entrega é mais importante. Eu não estou dizendo que as pessoas precisam deixar de ter suas vidas para trabalharem mais, porém não viva de horário de chegada e saída. Organize seus dias para conseguir entregar todas as tarefas e, se for preciso ficar um pouco mais, não faça disso um pesadelo. Todo mundo que se destaca entrega até mais do que apenas algumas horas a mais por dia.

Aqui na influu, ecossistema de influenciadores digitais, temos uma cultura de proatividade e todos estamos aprendendo muito com isso. A primeira coisa que fazemos é ensinar essas competências no dia a  dia, deixando o funcionário decidir em qual área se identifica mais e prefere trabalhar.Em dois anos de existência, nós já promovemos três funcionários que demonstravam atitudes intraempreendedoras.

Eu comecei a minha carreira na empresa como consultora externa e fui crescendo com a minha vontade de fazer diferente. Fui promovida a Diretora Executiva, COO, e agora comprei minhas ações para me tornar sócia.

Para finalizar, empresas de tecnologia tendem a ter essa cultura meritocrática e dar destaque aos melhores funcionários, porém, além de todas essas dicas e atributos, é fundamental investir em cursos que agreguem na área de atuação. Falar mais de uma língua pode ser um diferencial importante. Portanto, a melhor dica que posso dar é: não pare de estudar nenhum dia.

Por Talita Lombardi, sócia e COO da influu, ecossistema de influenciadores digitais. 

 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios