RH aposta em programas de reconhecimento

A alta direção já compreendeu que o papel do RH é determinante para o sucesso da companhia

Renata Bonifacio, diretora de RH da WEX BRASIL, começou a carreira profissional em 1997 como aprendiz na área de RH da Unilever (na época Gessy). Foi lá que a jovem teve acesso às mais diversas ferramentas da área e conhecimento sobre processos e inovação. Em 2008, já com uma vasta experiência profissional, aceitou a proposta de participar da equipe de RH da Capgemini, onde, segundo ela, teve uma atuação mais estratégica e teve a oportunidade de contribuir com o projeto de desenvolvimento do modelo de outsourcing. Dois anos depois, passou a integrar a equipe de RH da Natura, empresa na qual expandiu o seu conhecimento e habilidades sobre relações e gestão de mudanças.

RH aposta em programas de reconhecimentoHoje, na WEX, exerce um papel estratégico, com foco no crescimento da companhia, liderando ações de mudança locais ou originadas na matriz, para que a WEX progrida de forma sustentável. Ao todo, são 20 anos comprometida com um forte trabalho em equipe para a implementação de ideias inovadoras e criativas que contribuem para o desempenho de atividades, fluxos e processos organizacionais. Confira a entrevista:

MUNDO RH – Como a sua atuação em RH busca atrair e reter talentos?

RENATA BONIFACIO – Entendo que esse é um dos maiores desafios que os RHs, de modo geral, enfrentam. Na WEX, temos usado diversos recursos, que vão desde o uso estratégico de redes sociais/relacionamentos a ações internas de incentivo. Tudo para encontrarmos, do modo mais rápido possível, o profissional adequado ao perfil da companhia. Por meio da nossa ação “Talento que indica Talento”, por exemplo, os colaboradores recomendam profissionais e recebem um incentivo de R$1000,00 para cada indicação efetivada. Além disso, para tornar o ambiente de trabalho atrativo e reter o colaborador, estimulamos o aperfeiçoamento profissional com a concessão de bolsas auxílio à educação, promovemos o job rotation day e encorajamos os colaboradores a participar do game do autodesenvolvimento, realizado em parceria com o Grupo Bridge, que aborda 5 pilares: físico, emocional, transcendental, relacional e conhecimento.

MUNDO RH – Destaque as práticas adotadas pelo seu time de RH para oferecer qualidade de vida e saúde aos colaboradores?

RENATA BONIFACIO – Temos um público diversificado, por isso promovemos ações customizadas à nossa realidade. Neste ano, por exemplo, começamos incentivando todos os colaboradores a participar da semana da saúde. Em parceria com o nosso plano de saúde, trouxemos profissionais especializados para falar especificamente sobre saúde ocular e auditiva. Afinal, o uso diário de computadores e de fones de ouvido, principalmente pelos mais jovens, no ambiente de trabalho, tornou-se um ponto de atenção para nós.

Além disso, por vivermos num mundo hiperconectado, em que precisamos saber lidar com o stress, divulgamos em nossa intranet dicas importantes sobre saúde, alimentação, bem-estar, responsabilidade social e ambiental.

Também nos preocupamos em fornecer vacinas  anuais contra a gripe (tríplice), sem custo para o colaborador e, fazer todo tipo de alertas e recomendações possíveis.

No dia a dia, temos ações simples, mas de grande significado, que procuram humanizar as relações e celebrar todas as ações culturais, como, por exemplo, o dia das mulheres, a festa junina, o dia dos pais, os aniversariantes do mês etc.

MUNDO RH – No que busca se diferenciar o seu RH quando se trata do desenvolvimento profissional dos colaboradores?

RENATA BONIFACIO – A WEX é uma empresa global que está há mais de 30 anos no mercado norte-americano de meios de pagamentos corporativos. Por isso, conseguimos tirar proveito dos recursos já experimentados pelo grupo para criar um diferencial. Com isso, somos capazes de desenhar ações de desenvolvimento específicas a cada tipo de profissional, com base nas prioridades estratégicas definidas pela matriz, mas totalmente customizadas à realidade brasileira. Como parte de nossa cultura corporativa, exercemos um papel muito ágil e próximo de todos os colaboradores, impulsionando as ações do negócio por meio das práticas de gestão de pessoas. A WEX dispõe dos mais diversos tipos de treinamento, tanto online quanto presencial. Alguns chegam a ser realizados inclusive no exterior.

MUNDO RH – Destaque alguns desafios enfrentados pelo RH para engajar os colaboradores mais jovens?

RENATA BONIFACIO – Os jovens têm pressa, demandam um ambiente mais inovador e uma linguagem própria. Nossa atuação tem sido, portanto, no sentido de estimular a criatividade, a autonomia e o foco na excelência. Para que os nossos jovens colaboradores possam compreender a importância da força de trabalho deles, a WEX dispõe dos mais diversos programas de reconhecimento interno, como o “WEXcelence Program” que premia aqueles que apresentaram maiores contribuições para a empresa, o “President’s Club” que premia, anualmente, aqueles com os melhores desempenhos na empresa. Em breve, lançaremos mais um programa de reconhecimento trimestral, valorizando as contribuições relacionadas aos valores da companhia.

Adicionalmente, adotamos a linguagem das “hashtags” para criar uma identificação maior com eles e também passamos a empoderá-los, incentivando que eles liderem iniciativas ou projetos internos para que possam compartilhar seu conhecimento inovador.

MUNDO RH – Em tempos recentes de crise, como o seu RH tem buscado reduzir custos sem reduzir a folha de pagamento?

RENATA BONIFACIO – Como toda as empresas têm feito nos últimos dois anos, renegociando com fornecedores. A palavra de ordem na WEX é otimizar os recursos que já dispomos. Portanto, temos no beneficiado de contratações globais (GPTW, LinkedIn e Sales Force), aprimorado alguns tipos de serviços, como por exemplo, o uso do recrutamento virtual para regiões fora de São Paulo por meio do WEBEX – uma ferramenta virtual para entrevistas gravadas. Também inovamos nos formatos de trabalho, com a adoção da política do home office para posições específicas e maior proveito do nosso espaço de trabalho com o open space que facilita a comunicação interna e auxilia na redução dos custos.

MUNDO RH – Qual é a estratégia adotada pelo RH para treinar seus colaboradores em 2017? Quais ferramentas estão sendo adotadas?

RENATA BONIFACIO – Focamos muito em desenvolvimento da Liderança para aprimorar o ciclo de gestão de pessoas desde a contratação ao desligamento do colaborador. Este ano, optamos por realizar ações mais “cirúrgicas”, por meio de coach profissional direcionado para demandas específicas. Percebemos que é muito importante customizar as ações de orientação individualmente. O compromisso é maior e o resultado para ambos também. Além dos investimentos na Liderança, vamos investir mais fortemente em formação e aprimoramento técnico para profissionais do time Comercial e TI. Também estamos executando novas ações para impulsionar a integração entre as áreas.

MUNDO RH – Descreva uma prática em gestão de pessoas implementada em sua gestão?

RENATA BONIFACIO – A implantação do PDG – Programa de Desenvolvimento de Gestores – foi a ação que mais trouxe resultado prático para os colaboradores e orgulho para a WEX. Com este programa, discutimos e exercitamos em grupo, como aprimorar no dia a dia o papel dos gestores de forma aplicável, por meio de temas e desafios comum, fortalecendo a conexão entre diversos níveis de liderança, sem perder de vista o objetivo maior: a sustentação e expansão do negócio.

MUNDO RH – Como a alta direção da WEX apoia as ações estratégicas da área de RH?

RENATA BONIFACIO – A alta direção da WEX já compreendeu que o papel do RH é determinante para o sucesso da companhia, na medida em que somos responsáveis pela busca contínua de novas estratégias e oportunidades para que os colaboradores atinjam níveis cada vez mais altos de performance. Anualmente, participo do off site de RH, na matriz, para apresentar tendências e desafios locais. Portanto, todas as iniciativas definidas globalmente são apoiadas pela alta direção aqui no Brasil e traduzidas num plano de trabalho anual (HR Planning), com o objetivo de desenvolver um ambiente encorajador da inovação, que reflita a identificação com a organização, gerando responsabilidade e dedicação por parte de cada profissional.

MUNDO RH – Sendo uma empresa que oferece serviços para Recursos Humanos, como você lida com essa questão?

RENATA BONIFACIO – No começo foi um desafio, mas hoje, sou a primeira pessoa a tentar conectar as ações de RH com os produtos que oferecemos. Este ano, promoveremos, por exemplo, ações internas à equipe de vendas para desmistificar o papel do RH e aprimorar o discurso de vendas na ponta para que possam convencer os RHs a contratarem os nossos serviços. Além disso, vinculamos todas as nossas ações de reconhecimento aos nossos produtos, fazendo com que o nosso colaborador seja o maior divulgador dos benefícios que eles podem trazer aos seus usuários.