Treinamento

Ricardo Amorim abre o CBTD 2018

Ricardo Amorim falou sobre a importância da diversidade para o sucesso das organizações

A 33ª edição do Congresso Brasileiro de Treinamento e Desenvolvimento teve início nesta quarta-feira (28) e já apresentou um cartão de visitas poderoso em seu cardápio de palestras, com a apresentação de diversos temas de alta relevância para os profissionais de RH e T&D presentes ao evento a partir do tema “Convergir para inovar: a diversidade como o caminho da transformação”.

Logo na abertura, o economista Ricardo Amorim apresentou a palestra magna “#TemJeitoSim – Diversidade que Leva à Inovação”, em que falou sobre como é possível acelerar o desenvolvimento do Brasil utilizando a rica diversidade como caminho para a inovação. “O processo de transformações nas empresas está cada vez mais acelerado e vai se acelerar mais no futuro. Agora, como aproveitar essas transformações para gerar produtos, serviços melhores, coisas que nós gostamos mais de fazer?”, indagou Amorim. Para ele, se não nos prepararmos, “as transformações vão acontecer do mesmo jeito, só que a gente vai acabar ficando para trás e ter maiores dificuldades”.

Para entender a importância de diversidade em qualquer negócio, em qualquer situação, é importante entender como funciona o processo criativo, acredita o economista. “A gente tem uma sensação de que criatividade é feito de momentos, aquele momento “Eureka!”, em que, de repente, do nada, a gente tem um insight e descobre alguma coisa. Na maior parte das vezes não é assim que funciona. A criatividade é resultado de uma série de conhecimentos que, quando colocados juntos, dão origem a algo novo, uma visão, produto ou serviço diferente”.

Nessa esteira, a importância da diversidade se impõe. “Pensar diversidade torna o processo criativo muito melhor, mais eficiente, exatamente porque traz visões diferentes e quanto maior a diversidade, quanto mais aspectos ela envolver, maior a chance de você ter uma visão mais ampla e, por consequência, conseguir criar algo melhor, mais importante e significativo”, explica Amorim.

Ikigai: por uma vida com mais significado

Ao longo desta primeira tarde de atividades do CBTD 2018, o termo “ikigai”, que significa “razão de viver” em japonês, apareceu com força em pelo menos duas das palestras paralelas.

Não por acaso. “Cada vez mais pessoas buscam se conectar com o seu real propósito neste mundo e o trabalho tem tudo a ver com isso”, disse Sérgio Guerra, CEO da SG Aprendizagem Corporativa, em sua palestra “Autoconhecimento para uma vida com mais produtividade e sentido”.

Já em sua apresentação “A Ciência do Propósito: a Neurociência Comprovando o que Imaginávamos”, Paulo Alvarenga (P.A.), VP da Crescimentum, falou sobre como descobertas da neurociência têm transformado o que sabíamos sobre alguns campos há anos. Recentemente, pesquisas têm se debruçado com maior atenção sobre a relação do propósito com engajamento, comprometimento, felicidade e até longevidade das pessoas. “Aquilo que muitos de nós já sabíamos intuitivamente agora possui diversas comprovações científicas: é preciso encontrar um propósito para viver em alta performance e em plenitude”, disse ele, para quem só o senso de propósito faz você ter mais compaixão pelas pessoas.

“Eu amo meus os problemas porque eles me estimulam, me desafiam. Vale a pena fazer quatro perguntas para encontrar o seu ikigai: (1) O que você ama fazer?; (2) No que você é BOM em fazer?; e (3) No que você é BOM em fazer e pode ser PAGO por isso?; (4) O que isso traz de BOM para o mundo?”, explica P.A..

 O CBTD 2018 acontece entre os dias 28 e 30 de novembro, no Mendes Convention Center, em Santos (SP).

 

 

 

 

Etiquetas

Artigos relacionados

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios